intralogistica como funciona

Saiba o que é solução intralogística

Sempre que se fala em logística, logo associamos a entrega de produtos, transporte e ações externas. No entanto, por trás desses processos existe a solução intralogística, que consegue otimizar toda a gestão interna da cadeia de suprimentos.

Mesmo não sendo tão conhecida do público em geral, a intralogística é uma estratégia que deve ser implementada por toda empresa que busca o aprimoramento da atividades internas, o aumento da produtividade e a redução de custos.

Para você entender tudo sobre intralogística e saber como adotá-la na sua empresa, continue lendo e confira a nossa postagem completa sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é uma solução intralogística?

A solução intralogística ou logística in house, diz respeito às atividades de movimentação de materiais internamente. Ou seja, toda armazenagem, embalagem e deslocamento que acontece dentro dos centros logísticos ou armazéns faz parte da intralogística.

A ideia da estratégia é assegurar uma organização perfeita dos processos internos, possibilitando que as etapas externas sejam realizadas no menor tempo, com menor custo e com mais eficiência.

O resultado é um ambiente mais saudável e dinâmico para as equipes internas e um trabalho final com muito mais qualidade.

Quais as suas principais vantagens da solução intralogística?

Além de agilizar processos e promover o melhor aproveitamento do tempo, a solução intralogística também oferece outros benefícios como os seguintes.

Maior organização

A principal vantagem da aplicação da solução intralogística é a organização completa que ela traz para os processos internos da sua empresa. A partir da estratégia, um planejamento é criado para definir todos os processos, bem como as equipes responsáveis.

Isso facilita a montagem de planos de ação e traz maior segurança para cada colaborador no dia a dia.

Aumento da produtividade

Se há mais organização e equipes definidas em cada etapa, há um aumento da produtividade. Não há mais perda de tempo com assuntos aleatórios ou acertos emergenciais, toda equipe se mostra focada e dentro do planejamento.

Os processos tornam-se descentralizados e estruturados e as decisões para corrigir possíveis problemas passam a ser mais rápidas e eficientes, possibilitando melhorias na infraestrutura.

Desta forma, você obtém melhor desempenho nas tarefas diárias, o que contribui diretamente para o impulsionamento da produtividade.

Maior competitividade

Por utilizar a intralogística, a sua empresa conta com maior controle sobre o fluxo de materiais e processos e, além de obter melhor infraestrutura, se torna mais competitiva. Isso porque melhores condições de trabalho permitem preços mais atrativos.

Além disso, há uma otimização do atendimento ao cliente e uso dos recursos de forma mais inteligente.

O resultado é uma redução de custos em razão de menor taxa de desperdício e maior eficiência em razão da alta produtividade. Com um serviço completo, o cliente fica mais satisfeito e toma a sua empresa como referência no setor.

Como promover a solução intralogística na sua empresa?

Os processos internos têm grande impacto no resultado final dos serviços da sua empresa. Por isso, a implementação da solução intralogística é tão importante.

Agora que você já entendeu o conceito e as vantagens, saiba como promover essa estratégia no seu dia a dia.

Foque no planejamento

Crie um planejamento completo, anote cada atividade, entenda o que acontece em toda ação e registre o tempo gasto de forma geral. Desta maneira, você assumirá a gestão e o controle da produção.

O próximo passo é analisar o que pode ser melhorado, possibilitando que você se antecipe aos possíveis riscos e garanta uma rotina conforme o planejado.

Faça a manutenção dos equipamentos

Defina um ciclo de controle e inspeção mecânica dos principais equipamentos, pois eles são essenciais para o sucesso da equipe interna. O seu trabalho é garantir uma operação contínua por meio de uma manutenção completa.

Seguindo as recomendações dos próprios fabricantes, crie uma planilha com datas das inspeções e evite gastos com peças emergenciais ou paralisações com quebras repentinas dos equipamentos.

Invista na gestão de armazéns

A gestão de armazém é uma mescla de todas as dicas apresentadas. Aqui, gerenciar significar executar o plano à risca, avaliar o trabalho em detalhes e registrar informações.

Isso permitirá que você otimize a parte interna, coloque a mercadoria na estrada, garanta o controle de qualidade e entregue um serviço eficientemente satisfatório para o cliente final.

Enfim, a solução intralogística melhora de forma prática um ponto que merece máxima atenção de qualquer gestor logístico. Com uma rotina interna bem organizada e produtiva, o trabalho externo se torna muito mais fácil e qualificado, incluindo até mesmo a participação dos parceiros, como transportadoras e fornecedores.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e conheça agora os benefícios de trabalhar com Dark Store.

qualidade de trabalho no setor logístico

Qualidade de vida no trabalho e no setor logístico

Um fator que por muito tempo foi pouco debatido na logística, mas que hoje ganha um grande espaço é a qualidade de vida no trabalho. Felizmente, com mais conhecimento e estudos, gestores e empresários hoje têm maior noção sobre o quanto é benéfico se preocupar com este ponto.

A verdade é que mesmo no passado, quando o assunto ainda não entrava nas principais pautas dos empresários, já havia um breve entendimento de que instituições que ofereciam uma boa qualidade de vida no trabalho tendiam a alcançar melhores resultados.

Atualmente, com o assunto em voga, o que trava muitos gestores é justamente a ação prática, ou seja, a forma de como trazer mais qualidade de vida no trabalho, principalmente na logística.

Para ajudar, preparamos este artigo reforçando a importância de da qualidade de vida na logística e como você pode aprimorá-la na sua empresa. Confira.

Boa leitura!

A importância da qualidade de vida no trabalho

Com a evolução tecnológica e a popularização da internet, discussões que antes não eram tão difundidas começaram a ganhar espaço na sociedade de forma geral. Uma delas é justamente sobre a qualidade de vida no trabalho.

Hoje, há um entendimento de que é algo fundamental não só para os funcionários, mas também para os resultados das empresas. Tanto que ações direcionadas à qualidade de vida no trabalho já não são consideradas mais diferenciais, mas sim práticas básicas em qualquer empresa que busca o mínimo de relevância no mercado.

Além do aumento da produtividade em si, investir em mais qualidade é importante para a credibilidade da marca. Quanto mais reconhecida nesse sentido, mais credibilidade com funcionários, clientes e parceiros.

Como aumentar a qualidade de vida no trabalho da sua equipe logística?

A importância da qualidade de vida no trabalho já está claro. Mas, a pergunta que pode surgir é: como colocá-la em prática junto à sua equipe logística?

Confira as nossas dicas.

Invista em treinamentos e cursos de capacitação

Investir no aprimoramento das habilidades dos colaboradores é uma ótima forma de elevar a qualidade de vida no trabalho. Primeiro que denota a valorização da sua empresa para com os funcionários. Segundo que, quanto mais bem preparadas, mais satisfeitas as equipes estarão com os serviços realizados.

A ideia é orientar treinamentos e qualificações de acordo com as próprias expertises dos funcionários. Identifique inicialmente os pontos fracos e direcione os treinamentos com base nesse levantamento.

Forneça as ferramentas necessárias para as equipes

A qualidade no ambiente de trabalho também está ligada diretamente à infraestrutura disponibilizada. Tanto as ferramentas e equipamentos quanto o espaço físico são importantes no dia a dia.

Garanta que todos esses fatores estejam correspondam às necessidades das equipes. Quanto mais segurança nesse sentido, mais os colaboradores conseguem entregar suas habilidades nas atividades.

Evite o trabalho excessivo para os colaboradores

A sensação de trabalhar de forma excessiva nunca é interessante para nenhum colaborador. É o tipo de situação que não traz produtividade, aumenta o cansaço mental e diminui o engajamento.

Por isso é muito importante que os gestores criem um planejamento para evitar ao máximo a sobrecarga de trabalho. Claro que a logística conta com períodos sazonais, em que o movimento cresce consideravelmente. Mas, o planejamento prévio deve considerar isso, evitando desequilíbrio também nesses momentos.

Defina metas factíveis

Um ponto que muitos gestores até hoje têm dificuldade de entender é que a definição de metas não é sinônimo de motivação. Isso só acontece quando você define metas factíveis, ou seja, objetivos totalmente alcançáveis pelos funcionários.

Estabelecer metas aleatórias ou completamente fora da realidade só desmotiva a equipe, que se sente incapaz e ineficiente no dia a dia.

Trabalhe com metas desafiadoras sim, mas aquelas que podem ser alcançadas. É uma linha tênue, mas que se você conseguir dosar terá uma equipe sempre engajada em busca dos objetivos.

Conte com parceiros que trabalham dentro da mesma filosofia

A logística, em especial, é um setor que conta com diversas outras empresas nos seus processos diários. Por esse motivo, você não deve se limitar a investir na qualidade de vida no trabalho dos seus colaboradores, é preciso garantir que os parceiros ajam da mesma forma.

Na hora de escolher uma transportadora, por exemplo, você deve se certificar de que ela adota a mesma filosofia em relação aos cuidados com os funcionários. Afinal, são eles que estarão em contato com os seus clientes durante as coletas e entregas.

Quanto mais engajadas as equipes parceiras, melhor para a sua empresa enquanto contratante do serviço.

Enfim, seguindo essas dicas a tendência é que os resultados da sua empresa sejam aprimorados gradativamente. Afinal, investir na qualidade de vida no trabalho tem tudo a ver com aumento de produtividade e crescimento da marca no mercado.

A RDR Soluções Logísticas preocupa-se com o bem-estar de suas equipes e investe em programas de capacitações e estratégias para aprimoramento contínuo. Para uma parceria de sucesso, conte com a RDR Soluções Logísticas.

previsão de demanda para estoque

Como aplicar previsão de demanda para estoque

Embora não seja muita falada entre o público fora da logística, a previsão de demanda para estoque é, sem dúvida, uma função essencial dentro do setor. Todo gestor sabe, ou deveria saber, que sem ela é quase impossível manter um estoque saudável e que corresponda aos planos de lucro da empresa.

Na verdade, um bom trabalho da previsão de demanda traz vantagens que hoje são fundamentais para dentro de qualquer segmento, como redução de custos e ótimo retorno sobre investimento (ROI).

Devido a sua grande relevância, preparamos este artigo abordando os principais pontos sobre a previsão de demanda para estoque. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

O que é a previsão de demanda para estoque?

Como o próprio nome aponta, a previsão de demanda é um trabalho realizado previamente visando o nivelamento do estoque da sua empresa. Ou seja, é um estudo que analisa o volume de mercadoria que a sua empresa precisará em determinado período para atingir os objetivos traçados.

Uma função muito importante para que a sua logística não seja surpreendida, por exemplo, com a falta de alguns dos seus principais produtos. Sem isso, em uma época sazonal o seu estoque corre grande risco de escassez ou grande lotação.

Ao trabalha a estratégia, você compreende de forma rápida a sua própria demanda e a do mercado de maneira geral. Basicamente, consegue entender:

  • a demanda de cada produto no futuro;
  • a localização da demanda;
  • o período de tempo.

Realizar essa previsão com eficiência e agilidade é uma grande vantagem competitiva.

Como funciona a previsão de demanda para estoque?

O primeiro ponto que vale frisar é que as características de cada nicho de mercado são muito especiais. Dessa forma, uma previsão de demanda de uma logística de atacado pode não funcionar da mesma forma com uma logística de produtos farmacêuticos, por exemplo.

Dependendo da empresa, a previsão de demanda pode ser realizada de forma restrita a partir dos dados de vendas, sazonalidade e atividades de marketing.

Porém, em outras situações, o estudo pode ser bem mais abrangente e envolver todos os departamentos do negócio. Embora não haja um padrão, pois cada empresa trabalha de forma particular, é interessante que essa previsão seja uma mescla de análises qualitativas e quantitativas.

Porém, independentemente da situação, é fato que uma boa previsão de demanda precisa envolver o histórico de pedidos e os números da logística da empresa.

Quais as vantagens da previsão de demanda para estoque?

Como uma estratégia que visa à melhoria de um dos pontos mais importantes para qualquer logística, a previsão de demanda é capaz de trazer diferentes vantagens. Entenda.

Melhor aproveitamento do estoque

A primeira vantagem é bem clara, tendo em vista que o trabalho realizado na previsão de demanda permite que a sua empresa aproveite ao máximo o próprio estoque.

Com o estudo prévio, taxas de defasagem e de acúmulo são controladas quase que por completo. Isso significa que a maior parte das mercadorias será aproveitada como o esperado, garantindo sempre um bom retorno sobre o investimento.

Redução de custos

Logicamente, se há menor incidência de avarias por excesso de mercadorias, há também uma redução de custos da sua empresa no tratamento do estoque. Além disso, um bom controle impede que você faça compras desnecessárias, abrindo espaço para que os investimentos sejam feitos em outras áreas do negócio.

Por fim, a previsão de demanda permite até mesmo que você planeje o plantel de funcionários para o controle de estoque, o que ajuda na contenção de gastos em contratações desnecessárias.

Facilidade na tomada de decisões

Outra grande vantagem da previsão de demanda para estoque é que, com ela, as suas decisões passam a ser completamente analíticas. Ou seja, baseadas em números e fatos, não mais em achismos ou intuições.

Esse novo cenário facilita e muito as tomadas de decisões. Não só sobre o estoque ou a logística, mas sobre a empresa em geral. Afinal, como vimos, com um estoque controlado você pode investir em outras áreas com muito mais confiança e tranquilidade.

Isso também vale para o fechamento de parcerias com transportadoras e fornecedoras, em que você terá números concretos para apresentar em relação ao seu fluxo de produtos.

Enfim, é fato que o seu estoque pode ser muito mais estratégico se trabalhado a partir da previsão de demanda. Evite dores de cabeça e prejuízos por causa de rupturas ou super lotação, garanta o retorno de investimento adequado com os seus principais ativos.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e saiba agora quais são as habilidades do profissional de logística do futuro.

devoluções de produtos logística reversa

Devolução de Mercadorias no início do ano

Apesar de não ser o processo mais desejado por lojistas e fabricantes, a devolução de mercadorias é algo real e até comum em transações comerciais. Afinal, nem sempre o produto adquirido corresponde às expectativas do comprador ou é entregue como o esperado.

O mês de janeiro, por exemplo, é o campeão de devolução de mercadorias. Por causa do intenso volume das compras de Natal e Ano Novo, muitas pessoas aproveitam o primeiro mês do ano para tomar esse tipo de atitude em relação aos produtos adquiridos ou recebidos como presente.

Mas, como a legislação trata o processo de devolução de mercadorias? E como a sua empresa deve lidar com isso sem comprometer a produtividade e os lucros do negócio? Para entender mais, continue lendo e confira a nossa postagem sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é a devolução de mercadorias?

O primeiro ponto que devemos deixar claro é que a devolução de mercadorias é um direito do cliente previsto no artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor (CDC). A lei diz que a troca deve ocorrer, basicamente, caso o produto apresente algum defeito.

No entanto, há também o “direito de arrependimento”. Ou seja, ainda que a mercadoria esteja em plenas condições, o cliente pode solicitar a devolução pelo simples fato de a mesma não ter atendido às expectativas. Este processo deve acontecer em um período máximo de sete dias.

O que é a troca de mercadoria?

Já a troca de mercadoria acontece quando o comprador solicita a troca por outro produto da loja, ainda que o primeiro não tenha apresentado defeito aparente. No e-commerce, por exemplo, a lei determina que o consumidor tem o direito de solicitar a troca em até sete dias sem precisar justificar o motivo.

A loja precisa determinar previamente um tempo para que essa troca ocorra e informar ao cliente antes de a compra ser efetuada.

A logística reversa na devolução de mercadorias

A boa notícia para lojistas e fabricantes é que o setor logístico conta com a estratégia perfeita quando o assunto é devolução de mercadorias: a logística reversa.

A partir dessa operação o processo pode acontecer com mais eficiência e menor custo. Além disso, a logística reversa traz benefícios interessantes para a empresa.

Confira.

Mais rentabilidade dos recursos da empresa

A logística reversa traz maior rentabilidade para o processo logístico, pois permite que você utilize os mesmos recursos para entrega e coleta.

Por exemplo, os caminhões conseguem sair com as entregas do dia e voltar com as mercadorias devolvidas.

Consumidores mais conscientes

A logística reversa é um dos processos trabalhados dentro do conceito de sustentabilidade. Com isso, além de a sua empresa ganhar mais credibilidade no mercado, ela forma consumidores mais conscientes.

Ou seja, os clientes que têm a sustentabilidade como um critério de compra, vão sempre considerar a sua marca no momento de decisão.

Fidelização do cliente

Além da questão ambiental, a logística reversa também é uma forte estratégia de fidelização. Embora a devolução de mercadorias esteja amparada pelo Código de Defesa do Consumidor, o fato de a sua empresa ter um processo estruturado e bem definido aponta para uma preocupação real com a experiência do cliente.

O resultado disso é que cada vez mais consumidores se sentirão mais seguros para comprar da sua marca, pois terão a certeza de um pós-venda mais tranquilo e eficiente.

Vantagem legal

A Lei n° 9.605 determina que as empresas têm responsabilidade sobre os resíduos ainda que os produtos tenham sido vendidos aos clientes finais. Ou seja, é preciso garantir que todos os resíduos tenham um fim correto e não sejam jogados no meio ambiente.

A logística reversa é justamente o meio mais adequado apontado por especialistas para as empresas cumprirem a “lei de resíduos sólidos” sem comprometer a parte financeira e produtiva do negócio.

Enfim, muito além de questões burocráticas e legislativas, é importante ter em mente que a devolução de mercadorias é um processo que se diz respeito à experiência do cliente. Quanto mais rápido, completo e eficiente a etapa, mais satisfeito tende a ficar o consumidor. E, você sabe, cliente satisfeito é sinônimo de continuidade e lucratividade.

Mas, não se esqueça, para garantir o sucesso desse tipo de estratégia, é essencial contar com uma parceira logística que tenha know how e bom histórico no mercado na aplicação da logística reversa.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e entenda agora como é feita a logística para supermercado.

unitização de cargas

Entenda a unitização de cargas

Um dos papéis de todo gestor logístico dentro das empresas é buscar alternativas para que as suas operações sejam cada vez mais eficientes e menos custosos de maneira geral. E, uma estratégia atualmente que traz um ótimo equilíbrio entre esses dois pontos, é a unitização de cargas.

Ao adotar essa estratégia, você passa a ter menor impacto financeiro nos cofres da empresa e um aumento significativo em termos de entrega de produto. Em resumo: a unitização é perfeita para quem tem um alto número de entregas mensais, mas em pequenos volumes de quantidade.

Quer entender melhor como funciona a unitização de cargas e quais as principais vantagens da estratégia? Então, continue lendo e confira o nosso artigo completo sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é a unitização de cargas?

Como o próprio nome aponta, a unitização trabalha o conceito de união, agrupamento de volumes a fim de aprimorar a distribuição de cargas. A ideia aqui é garantir o maior número de processos de armazenagem e transporte de mercadorias com organização e eficácia.

Basicamente, a unitização pega duas grandes dificuldades de muitos gestores, alto custo e baixa produtividade, e resolve a partir do planejamento e distribuição dos volumes. Além disso, ela possibilite que equipamentos como os armazéns e os caminhões para transporte sejam utilizados com máximo potencial.

Como acontece o processo de unitização?

A execução da unitização de cargas não é algo cheio de segredos, pois, como já explicado, a ideia é aperfeiçoar processos rotineiros de qualquer logística.

Basicamente, ao transportar as mercadorias da sua empresa, a transportadora pode fazer isso preenchendo o veículo de forma completa ou apenas pequenos espaços. A unitização de cargas é aplicada na segunda opção.

É quando você precisa enviar diferentes produtos em pequenos volumes que a unitização se torna a estratégia ideal para a sua empresa. Isso porque ela une seus pequenos volumes a remessas de igual tamanho de outros clientes, realizando o transporte em um único veículo.

Dessa forma, você e todos os outros usuários terão suas mercadorias enviadas e a transportadora terá o seu equipamento utilizado por completo. Porém, mesmo com o caminhão preenchido, a sua empresa só pagará o espaço utilizado por sua mercadoria.

Quais os benefícios da unitização de cargas?

Como uma estratégia que visa o aperfeiçoamento de processos e o equilíbrio dos gastos, logicamente, a unitização de cargas resulta em ótimos benefícios para a sua empresa. Confira os principais.

Redução de custos

O primeiro e mais impactante, sem dúvida é a redução de custos – o grande objetivo da maioria das empresas. Como apresentado, com a unitização de cargas você só paga o espaço utilizado por sua empresa.

Dessa forma, não há desespero em ocupar por completo o veículo da transportadora e nem sustos na hora de fechar o frete para o pequeno volume.

Agilidade de processo

Se não há mais necessidade de esperar o número de mercadoria aumentar, então você passa a usufruir de uma agilidade em todo o processo. A sua empresa repassa as compras feitas por seus clientes de maneira imediata e garante que a operação aconteça em um tempo muito menor.

Além da otimização em si da entrega dos produtos, essa vantagem traz maior tranquilidade para você focar na melhoria de outros pontos também importantes para o negócio, como, por exemplo, compra de novas mercadorias e atendimento ao cliente.

Melhoria na experiência do cliente

Uma das principais reclamações do cliente quando se trata de logística é o longo tempo de espera entre a finalização da compra e a entrega do produto. Por mais que o comprador entenda minimamente o processo, é difícil manter a ansiedade quando o prazo é extenso.

Com a unitização de cargas você consegue melhorar esse cenário e aperfeiçoar a experiência do cliente. Assim, a sua empresa ganha em agilidade nos processos e o cliente tende a receber a sua mercadoria em um tempo muito menor.

Porém, é importante frisar que todas essas vantagens só são possíveis com a unitização de cargas quando a sua empresa conta com uma transportadora séria e com know how nesse tipo de estratégia. A unitização demanda organização e planejamento que nem sempre são os pontos fortes de alguns parceiros. Por isso, prime por uma transportadora de referência na sua tomada de decisão.

Gostou do artigo sobre a unitização de cargas? Continue no nosso blog e entenda agora como a logística pode ajudar na fidelização do seu cliente.

Seguro RCF-DC

O que é o seguro de RCF-DC

O roubo de cargas tem sido um mal que só cresce no país nos últimos anos. Um contratempo que tem saído bastante caro para as empresas, como mostrou um levantamento recente da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), que apontou um prejuízo na casa do bilhão em razão dos roubos de cargas em rodovias nacionais nos últimos anos.

Para proteger seus colaboradores e mercadorias, cada vez mais os gestores logísticos também buscam entender o que é o seguro de RCF-DC. Afinal, se não há como evitar os assaltos, é possível se prevenir em termos de reembolso e tranquilidade.

Pensando nisso, criamos este para responder o que é o seguro de RCF-DC, bem como abordar os principais pontos sobre o assunto. Confira.

Boa leitura!

O que é o seguro de RCF-DC ?

Conhecido popularmente como o “Seguro de roubo”, o RCF DC é um seguro de carga que protege a mercadoria de situações, de forma total ou parcial, como:

  • apropriação indevida;
  • estelionato;
  • extorsão;
  • roubo;
  • furto.

A sua sigla significa Seguro de Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário. Sendo, como o próprio nome indica, uma apólice contratada pelo transportador da carga.

O principal intuito do seguro RCF DC é garantir que a transportadora consiga arcar com perdas e danos em relação à carga diante dos contratempos citados anteriormente.

O seguro RCF DC é obrigatório?

Segundo a legislação brasileira, o transportador de carga só é obrigado a acionar um tipo de seguro, o RCTR (Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário) – enquanto o embarcador só é obrigado a assinar o Seguro de Transporte Nacional.

Dessa forma, e como o nome também sugere, o RCF DC não é um seguro obrigatório. Trata-se de uma apólice facultativa, ou seja, é possível escolher a sua assinatura ou não. Tudo vai depender da própria análise do transportador mediante ao novo contrato.

Caso entenda a necessidade, a contratação deve acontecer junto a do RCTR C, constando no contrato a participação das duas apólices.

Quais são as coberturas do RCF DC?

Agora que você já sabe o que é o seguro de RCF-DC, é importante entender quais são as coberturas reais que a sua apólice cobre.

Basicamente, o contrato garante indenização à transportadora pelos prejuízos causados ​​por furtos ou roubos ocasionados por ameaças graves ou violência, e pela perda do veículos ou mercadorias. No caso de furto, o RCF DC é válido para mercadorias em trânsito ou em armazenamento, produtos alocados ou não no caminhão. No entanto, existem outros tipos de sinistros que fazem parte da cobertura do RCF DC.

A apólice de seguro cobre grandes perdas ou danos a bens ou mercadorias pertencentes a terceiros, causados ​ pelos seguintes motivos:

  • extorsão simples ou mediante sequestro;
  • apropriação indébita e/ou estelionato;
  • roubos em depósito do transportador;
  • furto simples ou qualificado;
  • roubo total ou parcial.

Por que este seguro é tão importante?

Neste ponto, depois entender o que é o seguro de RCF-DC e saber que não se trata de algo obrigatório, você pode estar se perguntando: por que contratá-lo?

A resposta é bem simples: segurança.

O fato é que a violência é um dos grandes males do nosso século. E não precisa ser um especialista em segurança para entender. Diariamente, vemos notícias que preocupam empresas e sociedade em geral.

Como se trata de algo macroambiente, ou seja, você não tem poder para mudar o cenário imediatamente, é preciso se adaptar. É necessário buscar formas de trazer mais tranquilidade para os motoristas nas estradas. E o seguro de RCF DC é uma ótima forma de fazer isso.

A contratação da RCF DC traz não só a proteção para a empresa que realiza o transporte, mas também oferece garantias adicionais aos seus clientes, os donos da mercadoria.

Além da incidência dos crimes de roubo e furto, o valor do seguro RCF DC é muito baixo se comparado ao preço das mercadorias transportadas. Em outras palavras: é um pequeno investimento que pode evitar grandes perdas e proteger o equilíbrio financeiro de uma empresa.

Enfim, não há motivos para se arriscar. Agora que você já sabe o que é o seguro de RCF-DC, o caminho mais indicado é fechar parcerias com transportadoras que fazem questão de manusear a sua mercadoria estando cobertas com esta apólice. Afinal, a segurança sempre deve constar em qualquer planejamento logístico.

A RDR Soluções Logísticas trabalhando de acordo com os trâmites de segurança completos, garantindo a integridade da sua mercadoria e a eficácia do serviço. Entre em contato com a gente.

dark store para ecommerce

O que são Dark Store e quais seus benefícios?

Garantir uma entrega de qualidade e que atenda às expectativas do público é um dos grandes desafios de qualquer gestor de logística. Porém, com estratégias como a Dark store, o objetivo tende a ser facilitado e se torna mais crível dentro de cada negócio.

A Dark Store é a saída ideal para quem conta com uma loja virtual e precisa otimizar justamente a parte final do processo logístico – coleta, embalagem, entrega etc. A partir da sua implementação, a tendência é que as etapas passem a acontecer com mais precisão e agilidade.

Mas, você sabe é uma Dark store ou quais vantagens ela pode trazer para a sua empresa? Para responder essas questões, preparamos este post com os principais pontos sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é a Dark store?

Basicamente, a Dark store é o modelo estratégico dos centros de distribuição logístico convencionais. Uma versão dos armazéns no qual questões como acessibilidade e produtividade são otimizadas por completo.

Diferentemente dos galpões convencionais, a Dark store é um espaço menor e localizada dentro ou bem próxima aos grandes centros urbanos. Em geral, ela se parece com uma loja comum, porém é fechada para o público comum.

A expressão “Dark store” pode ser traduzido como “loja escura” ou “loja fantasma”. Uma tradução que faz muito sentido, tendo em vista se tratar de um espaço semelhante a um estabelecimento comercial, mas que não tem acesso para o público de forma geral.

No espaço ficam concentradas as etapas finais do processo de logística da empresa, tais como:

  • armazenamento;
  • embalagem;
  • separação;
  • entrega;

Quais as vantagens do modelo Dark store?

Como você pôde notar até aqui, a Dark store é uma estratégia que visa completa otimização dos estágios finais de uma operação logística. Em resumo: trata-se de uma iniciativa altamente vantajosa. Quer saber quais são os principais benefícios? Confira.

Maior eficiência operacional

A maior das vantagens, certamente, é o crescimento operacional que a estratégia oferece. Sendo um ambiente exclusivamente preparado para determinadas etapas, a Dark store consegue trazer uma eficiência real no armazenamento, coleta e distribuição dos produtos da sua empresa. Um aperfeiçoamento, é claro, que resulta em aumento de lucro.

Melhor gestão de estoque

Ao contrário dos grandes armazéns, que constantemente passam por dificuldades na gestão de estoque, uma Dark store tende a trazer maior facilidade nesse quesito. Além de ser um espaço mais controlado, a estratégia apresenta uma boa dinamicidade em etapas como embalagem, separação e entrega, o que diminui as chances de perda ou desperdício de mercadorias.

Porém, mesmo sendo um espaço menor, outra vantagem da Dark store é a diversidade de itens que pode ser trabalhada no local. O objetivo aqui é, de fato, trazer a gama completa de itens vendidos na sua empresa.

Implementação do same day delivery

A Dark store traz a possibilidade de você implementar um serviço importante e atrativo para o seu cliente: o same day delivery. O serviço em que a entrega do produto para o consumidor pode acontecer dentro de 24 horas.

Funciona da seguinte forma: o cliente realiza a compra pela loja virtual ou pelo aplicativo da sua empresa e escolhe a opção de retirar a mercadoria na Dark store. Em seguida, basta que ele escolha o melhor momento e retire o produto.

Facilidade na coleta e distribuição

Por serem, em geral, espaços dentro ou próximos aos grandes centros urbanos, as Dark stores também trazem facilidade na hora da coleta ou distribuição das mercadorias. Os veículos conseguem acessar rapidamente os estabelecimentos, recolher ou entregar os itens de forma prática.

Além disso, o próprio gerenciamento qualificado implementado internamente ajuda na otimização do processo. Com mais organização, a tendência é que os caminhões demorem muito menos tempo para carregar ou descarregar as mercadorias.

Enfim, a verdade é que a exigência por serviços de maior qualidade já é algo recorrente no mercado. O convencional ou o básico já não convencem mais, os consumidores querem diferenciais reais. E investir na Dark store é mostrar que a sua empresa está trabalhando para se adequar a essa nova realidade.

Mas, não perca tempo. Enquanto você pensa na possibilidade de trabalhar ou não com a Dark store, o seu concorrente já pode ter montado o espaço e oferecido uma nova experiência para o seu público. Não corra o risco de ficar para trás.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e confira agora a importância da auditoria logística para a sua empresa.

auditoria logística

Qual a importância da auditoria logística para sua empresa

Por mais que o objetivo de todo gestor seja sempre o aperfeiçoamento logístico, em razão da intensidade diária da sua rotina, nem sempre é possível identificar os pontos de necessidade e suas respectivas de melhorias. Por essa razão, estratégias como a auditoria logística devem sempre fazer parte do planejamento da sua empresa.

O fato é que sem uma ação exclusiva para avaliação e estudo das atividades dentro do setor, é praticamente impossível obter um crescimento real em termos de produtividade e qualidade logística. É preciso um levantamento minucioso de informações para que as mudanças tragam um impacto real e um crescimento em médio prazo.

Pensando nessa busca contínua pelo aperfeiçoamento e todos os desafios que ela pode trazer para você, neste artigo falaremos sobre a auditoria logística, uma estratégia que pode facilitar bastante a sua gestão dentro do setor logístico. Confira.

Boa leitura!

O que é auditoria logística?

No nosso dicionário, auditoria está denominada como a análise das atividades exercidas por uma empresa a fim de avaliar o funcionamento do processo e se ele está de acordo com as normas definidas pelos órgãos responsáveis.

A auditoria logística se encaixa perfeitamente dentro deste conceito, com o adendo de se tratar de um setor específico.

Na auditoria logística, o seu departamento é analisado e os pontos de melhoria são levantados para que você saiba exatamente o que não está funcionando e o que não está alcançando os resultados esperados no início do planejamento.

Claro, o papel da estratégia é detalhar a situação como um todo. A iniciativa que você tomará a partir das informações obtidas é que determinará se a auditoria foi útil para a sua empresa.

O que é avaliado durante a auditoria logística?

A auditoria logística pode avaliar o seu setor por completo, sendo assim, diferentes equipes e atividades entram no raio de ação da estratégia.

Porém, é possível realizá-la de forma mais centralizada, por exemplo, analisando o desempenho de parceiros como fornecedores e transportadoras. Neste caso, entre outras coisas, são auditados pontos como:

  • Precisão na entrega das mercadorias;
  • Tempo de entrada do pedido.
  • Cumprimento de prazos;
  • Nível de armazenamento;
  • Planos de distribuição;
  • Rastreamento.

Já se o intuito for avaliar o nível do relacionamento do setor logístico com o cliente, é importante auditar fatores como:

  • Taxa de resolução dos problemas;
  • Taxa de atendimento do pedido;
  • Grau de satisfação do cliente;
  • Qualidade do marketing.

Como funciona a auditoria logística?

Todos os pontos citados no tópico anterior podem ser auditados a partir de dois tipos de auditoria: interna e externa. Na interna, todo o processo é feito pelos próprios funcionários da sua empresa, que passam por um treinamento para serem capaz de identificar pontos de melhoria com total isenção.

Na externa, logicamente, a ação já é desenvolvida por uma empresa parceira. Uma especialista em auditoria logística que aplica a estratégia e repassa as informações detalhadas ao seu negócio.

Porém, independentemente do modelo escolhido, alguns fatores são inerentes à auditoria logística:

  • Avaliações qualitativas e quantitativas
  • Detalhamento de tarefas e do fluxo;
  • Simulações de correções;
  • Avaliação de recursos;
  • Análise de custos.

Quais as vantagens da auditoria logística?

É claro que todo esse trabalho de estudo e análise realizado em uma auditoria logística traz benefícios interessantes para a sua empresa. Confira, abaixo, alguns dos principais.

Aperfeiçoamento contínuo

O primeiro e mais importante benefício da auditoria logística é o aperfeiçoamento que ele possibilita ao setor. Afinal, ao apontar as falhas de maneira direta, a estratégia permite que você faça as correções e desenvolva a logística de maneira eficiente e nivelada.

Facilita a tomada de decisões

Como abordado na introdução: não é que você, enquanto gestor, não consiga enxergar algumas falhas no dia a dia, a dificuldade é fazer isso de forma precisa tendo que executar diversas outras atividades ao mesmo tempo.

A auditoria logística já muda essa situação, pois ela traz a segurança que você precisa para tomar as decisões importantes em relação a mudanças e intervenções. Basicamente, saem o achismo e as escolhas aleatórias e entram as decisões analíticas.

Redução de gastos

Embora a logística seja sim um setor custoso, muito investimento financeiro é desperdiçado nas falhas e retrabalhos que ocorrem diariamente. Mas, a partir do trabalho da auditoria logística, essa “torneira” tende a ser minimizada ou mesmo fechada de vez.

Em médio prazo, a tendência é que a sua empresa comece a sentir uma condição financeira mais saudável dentro do setor.

Enfim, a auditoria logística traz para você um cenário que não é tão perceptível na intensa rotina da sua empresa. A partir dela a sua logística passa a contar com as informações que precisa para crescer e se tornar sustentável em termos de produtividade e qualidade. Mas, lembre-se: a estratégia só é capaz de resultar em boas vantagens quando você utiliza os dados obtidos de forma correta.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e entenda mais sobre a importância da logística sustentável.

vendas e logística ecommerce

Vendas no E-Commerce: Entenda a relação da tecnologia e experiência

Enquanto a maior parte dos setores do mercado sofreu com a pandemia do Coronavírus, as vendas no e-commerce apresentaram um crescimento considerável no ano de 2020. Segundo pesquisa da Worldpay from FIS, o setor aumentou o seu volume de negociações em quase 75%.

O mesmo estudo concluiu que em 2024, as vendas no e-commerce atingirão um faturamento próximo a 315 bilhões de reais. Números impressionantes, mas que, segundo especialistas, não podem ser interpretados de maneira equivocada.

Para os especialistas, o cenário favorável pode passar a impressão de que basta abrir um comércio virtual para vender altas quantias mensalmente. Um ledo engano. Segundo eles, bons números de vendas no e-commerce estão ligados à experiência que você entrega ao cliente e nas inovações disponibilizadas no dia a dia.

Quer entender mais sobre o assunto? Então, continue lendo e saiba como a tecnologia e a experiência do cliente impactam nas vendas do seu e-commerce.

Boa leitura!

Por que sem trabalhar a experiência do cliente as vendas no e-commerce tendem a ser baixas?

Os números de vendas no e-commerce nos últimos anos são realmente impressionantes, não há como negar. Se em um passado recente as lojas virtuais eram vistas apenas como suporte para os estabelecimentos físicos, hoje elas já representam quase metade do lucro de muitas empresas.

No entanto, contar com um e-commerce não é garantia de aumento de venda. Afinal, o atual e cenário positivo não aconteceu de forma aleatória. Além de ser impulsionado pelas consequências impostas pela pandemia, como fechamento obrigatório das lojas físicas, o aumento das vendas no e-commerce foi fruto de um trabalho bem construído pelas empresas.

O customer experience (experiência do cliente) foi estrategicamente trabalhada nesse período, com as marcas investindo na melhoria de fatores que impactam diretamente na experiência dos consumidores, como logística, tecnologia, atendimento, entre outros.

Por exemplo, segundo o Procon, o atraso na entrega das mercadorias é a principal reclamação dos clientes em relação às lojas virtuais. As empresas que não trabalharam esse fator, certamente não conseguiram faturar bem neste período.

Por outro lado, aquelas que identificaram a dificuldade e trabalharam para garantir uma experiência completa para os seus clientes, sem dúvida, não só aumentaram o lucro, como também impulsionaram a taxa de fidelização de usuários.

Quais os pilares das vendas no e-commerce?

Para aumentar as vendas no e-commerce, você precisar trabalhar os 5 pilares que sustentam esse tipo de negócio, são eles: Tecnologia, Serviço de Atendimento, Pagamento, Logística, Marketing Digital. Todos devem funcionar dentro do mesmo padrão, do contrário, dificilmente a sua loja atingirá bons patamares. Vamos conhecê-los em detalhes.

Tecnologia

A relação da tecnologia com a experiência do cliente no e-commerce é bastante óbvia, afinal, sem um suporte adequado que coloque o site no ar e ofereça as funcionalidades necessárias, o usuário sequer conseguirá acessar a loja virtual.

Porém, para se destacar não adianta oferecer o básico. Manter o site estável é obrigação, você também precisa investir em soluções que facilitem a navegação e otimizem outras etapas importantes como separação de pedido e rastreio de mercadoria.

Serviço de Atendimento ao Consumidor

O que é um e-commerce sem um bom serviço de atendimento? Apenas um site aleatório, não é mesmo? É a interação que você oferece e a agilidade nas respostas que trazem a perspectiva do cliente em relação à sua loja virtual.

Diferentemente do que muitos podem pensar, o Serviço de Atendimento ao Consumidor deve ser o ponto alto de e-commerce, até mesmo para passar confiança e credibilidade ao consumidor no momento da compra.

Pagamento

Imagine passar por toda jornada de compra e, na hora do pagamento, você simplesmente não conseguir finalizar o processo. Por incrível que pareça, muitos clientes ainda passam por isso em algumas lojas virtuais. Justamente no momento mais importante para o e-commerce, a empresa não consegue facilitar a vida do consumidor.

É por isso que o “Pagamento” é um dos pilares de toda loja virtual e deve sempre estar em pauta para melhoria. É preciso ter em mente que esta etapa deve ser simples, estável e transparente.

Logística

A logística é o braço forte do e-commerce, pois sem ela é impossível realizar processos como compra, venda e distribuição. E, como vimos, ela também é capaz de resolver algumas das principais reclamações dos clientes de lojas virtuais, como atrasos e trocas dos produtos.

Nesse sentido, cabe a você garantir a participação de parceiros especialistas na execução das etapas logísticas. Coleta, troca, distribuição, embalagem, entre outros: toda operação precisa estar em alto padrão de qualidade.

Marketing Digital

Não é porque você tem uma loja na internet que surgirão clientes de forma mágica. Você precisa apresentar a sua marca e atrair um público qualificado para a sua loja. E, isso, é possível através do Marketing Digital.

O Marketing Digital é o trabalho de comunicação que você realiza para atrair e fidelizar clientes. Ações em redes sociais, sites, blogs, e-mails são algumas das iniciativas que o seu e-commerce tomará a partir do Marketing Digital para atração de público. Quanto maior o volume de visitas no site, maior tende a ser o número de vendas.

Enfim, considerando esses pilares e fazendo a sua parte para otimizá-los diariamente, a tendência é de crescimento nas vendas no e-commerce. O cenário é favorável, e você precisa fazer a sua parte para aproveitá-lo o máximo possível.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e conheça agora 3 tendência para o e-commerce no pós-pandemia.

fidelizar clientes na logistica

Fidelização de cliente: Como a logística pode te ajudar?

Quem nunca, antes de finalizar uma compra pela internet, acessou a parte de avaliações para verificar a credibilidade da empresa em relação ao cumprimento de prazo de entrega? Hoje em dia é uma ação quase natural, o que torna a logística algo fundamental para a fidelização de cliente.

Isso acontece, principalmente, porque para o cliente não há separação de funções. Atendimento, preço, qualidade do produto, logística, entre outros: para o consumidor tudo isso compõe a sua marca e faz muita diferença na experiência dele.

Nesse sentido, se uma etapa importante como a logística não apresenta um bom padrão de qualidade, a sua marca tende a sofrer com a perda de confiança por parte do consumidor. Por outro lado, com uma logística eficaz, a tendência é de aumento na taxa de fidelização de cliente.

Quer entender mais sobre a importância logística na retenção de usuários? Então, continue lendo e confira a nossa postagem completa sobre o assunto.

Boa leitura!

Como a logística pode ajudar a sua empresa na fidelização de cliente?

Que a logística faz muita diferença na experiência e fidelização de cliente não há como duvidar. Mas, como essa retenção acontece na prática? Para ficar mais claro, vamos detalhar as formas como o setor trabalha para o alcance deste objetivo.

Confira, abaixo, como a sua logística pode contribuir.

Cumprindo os prazos

Quando se fala de logística das empresas, a primeira associação que qualquer cliente faz é na entrega de produtos. Dessa forma, uma logística que não é capaz de cumprir os prazos de entrega não é bem-vista pelo consumidor.

Este é um ponto inegociável para a satisfação do cliente, sendo fundamental para que as suas expectativas em relação à empresa sejam cumpridas. Hoje em dia é muito comum que a pontualidade seja considerada mais importante que o preço ou a marca do produto na tomada de decisão do comprador.

Realizando entregas com qualidade

Tão importante quanto cumprir os prazos é fazer as entregas com qualidade, ou seja, garantir que o produto chegue às mãos do cliente sem avarias e com todas as características originais descritas durante a venda.

Afinal, mais frustrante do que esperar o item além do prazo acordado, é recebê-lo fora das condições ideais.

É claro que essa qualidade também implica no pós-venda, com a sua logística apresentando capacidade para realizar a troca ou o recolhimento de resíduos diretamente com o cliente ou em pontos estratégicos – através da logística reversa.

Mantendo a comunicação ininterrupta

Outra ação comum em grande parte dos clientes atualmente é o de acompanhamento do trajeto da mercadoria até a entrega. Além de averiguar o andamento do processo, esse monitoramento ajuda a controlar a ansiedade até o recebimento.

Porém, isso só é possível quando a logística trabalha com uma comunicação ininterrupta com o cliente. Uma comunicação por diferentes canais, permitindo, por exemplo, que o cliente acompanhe o rastreamento pelo site ou aplicativo ou interaja diretamente com alguém da empresa em caso de dúvida.

A falta desse tipo de comunicação é um dos principais motivos de reclamação de muitos usuários em relação à logística das empresas. Nesse sentido, ela é fundamental para a fidelização de cliente.

Por que uma transportadora faz toda a diferença?

Como vimos, a logística é capaz de aumentar e muito a fidelização do seu público. Porém, isso só é possível quando você entrega um serviço de alta qualidade e eficiência. Então, nada melhor do que garantir o bom rendimento contando com uma especialista no assunto.

Afinal, por mais que a sua empresa esteja focada em entregar uma ótima experiência para o cliente, é quase impossível conseguir isso tendo que se preocupar com diversas funções. Somente a logística conta com inúmeras etapas e demandas.

Por outro lado, ao contar com uma transportadora na parte logística, você não só estará repassando a responsabilidade para uma empresa especialista, como também terá a tranquilidade para focar em outros pontos centrais do seu negócio.

É uma forma inteligente de garantir todos os diferenciais que o seu cliente espera da sua logística e aumentar a credibilidade da sua marca.

Enfim, em tempos de grande concorrência, todos os detalhes são importantes para aumentar a fidelização de cliente. Embora a logística, por muito tempo, tenha sido pouco considerada quando para a atração e retenção de usuários, hoje já há um entendimento de que ela é primordial para o fortalecimento da marca e expansão de mercado. Então, analise as dicas apresentadas e explore ao máximo as possiblidades logísticas.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e confira agora 5 formas de melhorar a sua logística e garantir novos resultados.