certificados de transportadoras

A importância das certificações na hora de escolher uma transportadora: ISO 9001 e SASSMAQ

Certificações como ISO 9001 e SASSMAQ são importantíssimas para qualquer empresa, pois demonstram uma expertise e organização na área de atuação. Afinal, para consegui-las, é preciso passar por avaliações e comprovações em níveis de excelência.

Quando se trata de transportadoras, esse é um diferencial ainda mais relevante. As empresas de transporte são responsáveis por manusear e entregar mercadorias de todos os tipos, alimentos a remédios, por isso precisam apresentar comprovação técnica para realizar seus serviços.

Para você entender tudo sobre essas certificações e a importância delas na hora de escolher uma transportadora, preparamos este artigo completo sobre o assunto. Confira.

Boa leitura!

O que é a certificação ISO 9001?

ISO é uma sigla em inglês que significa International Organization for Standardization (Organização Internacional de Normatização, em português). Como detalha a tradução, é uma organização internacional que define normas de padronização para empresas de variados setores referentes a produtos, serviços e processos.

A certificação 9001 é uma dentre a série que vai até 9005. Porém, a 9001 é vista como a mais importante justamente por avaliar o nível de qualidade de gestão das empresas em relação aos produtos e serviços. Uma boa análise aqui significa que a empresa está entregando uma experiência favorável aos seus clientes.

Aqui no nosso país, as normas do ISO 9001 são estabelecidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), afiliada à organização internacional. A partir de uma decisão da ABNT são definidas as análises técnicas para a padronização de:

  • Processos;
  • Produtos;
  • Serviços.

No entanto, tudo é avaliado sempre seguindo os requisitos internacionais.

O que é SASSMAQ na logística e como funciona?

O SASSMAQ é um sistema desenvolvido para avaliar diversos setores importantes da indústria, como saúde, química, segurança, meio ambiente, entre outros. Diferentemente da ISO, que é um diferencial de qualidade, o SASSMAQ é um sistema de avaliação, definido e exigido pela Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química).

É um sistema que causa grande impacto na logística, pois é focado no setor de transporte. Todas as empresas que transportam cargas que se encaixam nos nichos definidos no SASSMAQ devem se adequar às regras estabelecidas.

Ele é dividido em cinco módulos:

  • Terminais de armazenagem granéis líquidos;
  • Estações de limpeza;
  • Ferroviários;
  • Rodoviário;
  • Navios.

Há quase 2 décadas, foi regulamentado que empresas de transporte com cargas de produtos químicos precisam adotar a SASSMAQ na logística como uma boa prática. No entanto, mesmo sendo considerado um pré-requisito de atuação, a adoção do sistema não é obrigatório.

Ou seja, a avaliação real fica por conta do próprio contratante, que pode utilizar o critério de adoção ou não da SASSMAQ para escolher a sua transportadora.

Embora não seja um certificado de qualidade propriamente dito, o sistema é um ótimo indicativo de que a transportadora está utilizando as melhores ferramentas para exercer suas atividades no dia a dia.

Por que é importante priorizar as transportadoras com selo ISO 9001 e SASSMAQ na hora da escolha?

Como vimos ao longo do texto, para conquistar certificações ou se adequar a determinados sistemas, as empresas precisam reformular seus padrões de qualidade e desenvolver tecnicamente suas equipes. E essa transformação é justamente o que torna importante a escolha por parceiros que se enquadram no ISO 9001 e SASSMAQ.

A partir deles, você tem a certeza de que a transportadora trabalha com foco na segurança e integridade da carga, reduzindo os riscos de transporte e aumentando a eficiência em termos de prazo e entrega.

Ainda que não sejam selos e sistemas obrigatórios, a adoção dos mesmos indica que a empresa também dá a devida atenção a fatores como sustentabilidade e meio ambiente, bem como qualidade no tratamento da carga.

Nesse sentido, ao fazer a sua escolha a partir deste critério, você ganha benefícios como:

  • Transporte da sua carga com mais segurança e qualidade;
  • Redução de custos e de desperdícios de materiais;
  • Menor risco de atrasos ou danos à mercadoria;
  • Mais eficiência no atendimento do parceiro;
  • Viagens em rotas mais seguras e rápidas;
  • Valorização da imagem da sua empresa.

Enfim, a escolha de uma transportadora certificada pelo ISO 9001 e sistema SAASMAQ é o tipo de decisão que só traz vantagens para o seu negócio. As grandes líderes do mercado hoje colocam esse tipo de condição como uma das prioridades para fechar com novos parceiros. É mais segurança e qualidade para você e, principalmente, para os seus clientes.

A RDR Soluções Logística é certificada com os selos de qualidade e segue à risca as normas internacionais de padronização de processos. Fale com a gente e garanta mais eficiência na sua logística.

qualidade de trabalho no setor logístico

Qualidade de vida no trabalho e no setor logístico

Um fator que por muito tempo foi pouco debatido na logística, mas que hoje ganha um grande espaço é a qualidade de vida no trabalho. Felizmente, com mais conhecimento e estudos, gestores e empresários hoje têm maior noção sobre o quanto é benéfico se preocupar com este ponto.

A verdade é que mesmo no passado, quando o assunto ainda não entrava nas principais pautas dos empresários, já havia um breve entendimento de que instituições que ofereciam uma boa qualidade de vida no trabalho tendiam a alcançar melhores resultados.

Atualmente, com o assunto em voga, o que trava muitos gestores é justamente a ação prática, ou seja, a forma de como trazer mais qualidade de vida no trabalho, principalmente na logística.

Para ajudar, preparamos este artigo reforçando a importância de da qualidade de vida na logística e como você pode aprimorá-la na sua empresa. Confira.

Boa leitura!

A importância da qualidade de vida no trabalho

Com a evolução tecnológica e a popularização da internet, discussões que antes não eram tão difundidas começaram a ganhar espaço na sociedade de forma geral. Uma delas é justamente sobre a qualidade de vida no trabalho.

Hoje, há um entendimento de que é algo fundamental não só para os funcionários, mas também para os resultados das empresas. Tanto que ações direcionadas à qualidade de vida no trabalho já não são consideradas mais diferenciais, mas sim práticas básicas em qualquer empresa que busca o mínimo de relevância no mercado.

Além do aumento da produtividade em si, investir em mais qualidade é importante para a credibilidade da marca. Quanto mais reconhecida nesse sentido, mais credibilidade com funcionários, clientes e parceiros.

Como aumentar a qualidade de vida no trabalho da sua equipe logística?

A importância da qualidade de vida no trabalho já está claro. Mas, a pergunta que pode surgir é: como colocá-la em prática junto à sua equipe logística?

Confira as nossas dicas.

Invista em treinamentos e cursos de capacitação

Investir no aprimoramento das habilidades dos colaboradores é uma ótima forma de elevar a qualidade de vida no trabalho. Primeiro que denota a valorização da sua empresa para com os funcionários. Segundo que, quanto mais bem preparadas, mais satisfeitas as equipes estarão com os serviços realizados.

A ideia é orientar treinamentos e qualificações de acordo com as próprias expertises dos funcionários. Identifique inicialmente os pontos fracos e direcione os treinamentos com base nesse levantamento.

Forneça as ferramentas necessárias para as equipes

A qualidade no ambiente de trabalho também está ligada diretamente à infraestrutura disponibilizada. Tanto as ferramentas e equipamentos quanto o espaço físico são importantes no dia a dia.

Garanta que todos esses fatores estejam correspondam às necessidades das equipes. Quanto mais segurança nesse sentido, mais os colaboradores conseguem entregar suas habilidades nas atividades.

Evite o trabalho excessivo para os colaboradores

A sensação de trabalhar de forma excessiva nunca é interessante para nenhum colaborador. É o tipo de situação que não traz produtividade, aumenta o cansaço mental e diminui o engajamento.

Por isso é muito importante que os gestores criem um planejamento para evitar ao máximo a sobrecarga de trabalho. Claro que a logística conta com períodos sazonais, em que o movimento cresce consideravelmente. Mas, o planejamento prévio deve considerar isso, evitando desequilíbrio também nesses momentos.

Defina metas factíveis

Um ponto que muitos gestores até hoje têm dificuldade de entender é que a definição de metas não é sinônimo de motivação. Isso só acontece quando você define metas factíveis, ou seja, objetivos totalmente alcançáveis pelos funcionários.

Estabelecer metas aleatórias ou completamente fora da realidade só desmotiva a equipe, que se sente incapaz e ineficiente no dia a dia.

Trabalhe com metas desafiadoras sim, mas aquelas que podem ser alcançadas. É uma linha tênue, mas que se você conseguir dosar terá uma equipe sempre engajada em busca dos objetivos.

Conte com parceiros que trabalham dentro da mesma filosofia

A logística, em especial, é um setor que conta com diversas outras empresas nos seus processos diários. Por esse motivo, você não deve se limitar a investir na qualidade de vida no trabalho dos seus colaboradores, é preciso garantir que os parceiros ajam da mesma forma.

Na hora de escolher uma transportadora, por exemplo, você deve se certificar de que ela adota a mesma filosofia em relação aos cuidados com os funcionários. Afinal, são eles que estarão em contato com os seus clientes durante as coletas e entregas.

Quanto mais engajadas as equipes parceiras, melhor para a sua empresa enquanto contratante do serviço.

Enfim, seguindo essas dicas a tendência é que os resultados da sua empresa sejam aprimorados gradativamente. Afinal, investir na qualidade de vida no trabalho tem tudo a ver com aumento de produtividade e crescimento da marca no mercado.

A RDR Soluções Logísticas preocupa-se com o bem-estar de suas equipes e investe em programas de capacitações e estratégias para aprimoramento contínuo. Para uma parceria de sucesso, conte com a RDR Soluções Logísticas.

devoluções de produtos logística reversa

Devolução de Mercadorias no início do ano

Apesar de não ser o processo mais desejado por lojistas e fabricantes, a devolução de mercadorias é algo real e até comum em transações comerciais. Afinal, nem sempre o produto adquirido corresponde às expectativas do comprador ou é entregue como o esperado.

O mês de janeiro, por exemplo, é o campeão de devolução de mercadorias. Por causa do intenso volume das compras de Natal e Ano Novo, muitas pessoas aproveitam o primeiro mês do ano para tomar esse tipo de atitude em relação aos produtos adquiridos ou recebidos como presente.

Mas, como a legislação trata o processo de devolução de mercadorias? E como a sua empresa deve lidar com isso sem comprometer a produtividade e os lucros do negócio? Para entender mais, continue lendo e confira a nossa postagem sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é a devolução de mercadorias?

O primeiro ponto que devemos deixar claro é que a devolução de mercadorias é um direito do cliente previsto no artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor (CDC). A lei diz que a troca deve ocorrer, basicamente, caso o produto apresente algum defeito.

No entanto, há também o “direito de arrependimento”. Ou seja, ainda que a mercadoria esteja em plenas condições, o cliente pode solicitar a devolução pelo simples fato de a mesma não ter atendido às expectativas. Este processo deve acontecer em um período máximo de sete dias.

O que é a troca de mercadoria?

Já a troca de mercadoria acontece quando o comprador solicita a troca por outro produto da loja, ainda que o primeiro não tenha apresentado defeito aparente. No e-commerce, por exemplo, a lei determina que o consumidor tem o direito de solicitar a troca em até sete dias sem precisar justificar o motivo.

A loja precisa determinar previamente um tempo para que essa troca ocorra e informar ao cliente antes de a compra ser efetuada.

A logística reversa na devolução de mercadorias

A boa notícia para lojistas e fabricantes é que o setor logístico conta com a estratégia perfeita quando o assunto é devolução de mercadorias: a logística reversa.

A partir dessa operação o processo pode acontecer com mais eficiência e menor custo. Além disso, a logística reversa traz benefícios interessantes para a empresa.

Confira.

Mais rentabilidade dos recursos da empresa

A logística reversa traz maior rentabilidade para o processo logístico, pois permite que você utilize os mesmos recursos para entrega e coleta.

Por exemplo, os caminhões conseguem sair com as entregas do dia e voltar com as mercadorias devolvidas.

Consumidores mais conscientes

A logística reversa é um dos processos trabalhados dentro do conceito de sustentabilidade. Com isso, além de a sua empresa ganhar mais credibilidade no mercado, ela forma consumidores mais conscientes.

Ou seja, os clientes que têm a sustentabilidade como um critério de compra, vão sempre considerar a sua marca no momento de decisão.

Fidelização do cliente

Além da questão ambiental, a logística reversa também é uma forte estratégia de fidelização. Embora a devolução de mercadorias esteja amparada pelo Código de Defesa do Consumidor, o fato de a sua empresa ter um processo estruturado e bem definido aponta para uma preocupação real com a experiência do cliente.

O resultado disso é que cada vez mais consumidores se sentirão mais seguros para comprar da sua marca, pois terão a certeza de um pós-venda mais tranquilo e eficiente.

Vantagem legal

A Lei n° 9.605 determina que as empresas têm responsabilidade sobre os resíduos ainda que os produtos tenham sido vendidos aos clientes finais. Ou seja, é preciso garantir que todos os resíduos tenham um fim correto e não sejam jogados no meio ambiente.

A logística reversa é justamente o meio mais adequado apontado por especialistas para as empresas cumprirem a “lei de resíduos sólidos” sem comprometer a parte financeira e produtiva do negócio.

Enfim, muito além de questões burocráticas e legislativas, é importante ter em mente que a devolução de mercadorias é um processo que se diz respeito à experiência do cliente. Quanto mais rápido, completo e eficiente a etapa, mais satisfeito tende a ficar o consumidor. E, você sabe, cliente satisfeito é sinônimo de continuidade e lucratividade.

Mas, não se esqueça, para garantir o sucesso desse tipo de estratégia, é essencial contar com uma parceira logística que tenha know how e bom histórico no mercado na aplicação da logística reversa.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e entenda agora como é feita a logística para supermercado.

tipos de armazenagem logistica

Saiba o que é armazenagem flow rack

Mesmo sendo um setor de alta intensidade, a logística proporciona diversas oportunidades de melhoria e aperfeiçoamento de processo. Um ótimo exemplo é a armazenagem flow rack, uma estratégia que não só traz mais versatilidade, com também maior segurança para o dia a dia da empresa.

Afinal, um dos principais entraves de muitas rotinas logísticas é o controle de validade e condições das mercadorias estocadas. E uma estratégia como a armazenagem flow rack otimiza justamente essas etapas, melhorando o trabalho das equipes, bem como os lucros da empresa.

Mas, o que, de fato, é a armazenagem flow rack? Para responder essa pergunta, preparemos este artigo com os principais pontos sobre o assunto. Confira.

Boa leitura!

O que é a armazenagem flow rack?

Basicamente, a armazenagem flow rack é uma estratégia de aprimoramento do processo de estocagem. Não só isso, é uma verdadeira ação de integração, que consegue trazer o mesmos resultados para a expedição de produtos.

A partir do uso de esteiras para a movimentação das caixas e uma posição estratégica das estantes, a armazenagem flow rack permite um processo mais dinâmico dentro do estoque, ao mesmo tempo em que favorece métodos como o FIFO (First In, First Out).

Como a armazenagem flow rack funciona de forma prática?

Como dito, para que a estratégia funcione na prática, é preciso uma estrutura que permita maior dinamicidade. Duas ferramentas são essenciais: as estantes (racks) com aberturas em todos os lados e os roletes que possibilitam a movimentação das mercadorias justamente em cima dessas estantes.

A partir daí, quando a carga entra no armazém, é atribuída a prateleiras específicas. Já dentro da estrutura, a peça desliza para o ponto oposto, formando uma fileira. Quando um insumo é retirado, o próximo material toma seu lugar, mantendo a ordem do primeiro entrando e saindo primeiro.

É um sistema ideal para empresas com uma grande diversidade de produtos, principalmente aquelas com mercadorias perecíveis. Quanto mais bem implementado o armazenamento de flow rack, menores são os números de perda por validade ou avaria.

Quais são as vantagens desse método de armazenamento?

Como uma estratégia de otimização de processo, logicamente, o armazenamento flow rack é capaz de trazer diferentes vantagens para a sua empresa. Confira, abaixo, algumas das principais.

Garante a integridade física das mercadorias

Um dos processos em que mais acontecem avarias nos produtos é justamente a armazenagem. Por serem alocadas e manuseadas de maneira incorreta, muitas vezes em razão de uma estratégia pouco eficiente, diversas mercadorias acabam sendo avariadas e descartadas precocemente.

Com uma movimentação simples e pré-definida na armazenagem flow rack, o risco de colisões ou quedas diminui consideravelmente. É maior segurança tanto para as cargas quanto para os operadores.

Melhora a eficiência da expedição dos pedidos

Um dos segredos de sucesso de toda logística é quando a armazenagem consegue facilitar o processo de expedição. Com a saída de produtos acontecendo de forma mais fluída, a operação tende a melhorar automaticamente.

A estratégia flow rack cumpre com perfeição esse objetivo. Com o posicionamento estratégico das cargas nos racks, tanto a localização de produtos quanto a expedição ficam muito mais práticas e eficientes.

Otimiza a linha de produção

Em razão das peças e materiais deslizarem de forma ordenada, a área de produção passa a receber insumos de acordo com suas necessidades. Desta forma, a atividade não é interrompida ou atrasada por contratempos na armazenagem.

É um processo de desenvolvimento completo, em que a otimização já começa desde o recebimento da mercadoria, seja matéria-prima ou produto final, e segue por toda linha de produção.

Redução os custos da sua empresa

Logicamente, se há menor incidência de avarias, a sua empresa passa a reduzir os custos com o descarte precoce de produtos. Não só isso, a estratégia flow rack possibilita uma otimização que, em médio prazo, resulta em aumento de lucros.

Em outras palavras, as equipes se tornam mais eficientes, os seus clientes têm à disposição mais mercadorias e a sua empresa passa a vender mais.

Enfim, a armazenagem flow rack é uma prática essencial para toda empresa que deseja melhorar os seus números de estoque. Outra ótima dica é fechar parcerias com transportadoras e fornecedores que já trabalham com esses sistemas de otimização, garantindo assim que a operação se mantenha em alto nível por todas as etapas.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e conheça algumas das principais tendências da logística do futuro.

SMETA Sedex logística

A importância das certificações na hora de escolher uma transportadora: SMETA

Falta de estrutura, condições de trabalho aquém do ideal e projetos sem padronização são alguns dos exemplos de situações que ainda acontecem em muitas empresas no nosso país. Essa realidade levou setores e associações a criarem certificações como a SMETA, que definem boas práticas de trabalho e verificam o cumprimento de normas reguladoras.

Como uma auditoria, a SMETA representa um grande ganho para o mercado em geral, pois aponta para todas as outras instituições quais empresas estão atuando de acordo com parâmetros considerados seguros.

Para que você saiba tudo sobre a SMETA e entender o porquê ela é importante na hora da escolha de uma parceira logística, preparamos este artigo sobre o assunto. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

O que é a auditoria SMETA?

Basicamente, a auditoria SMETA é um conjunto de boas práticas e ética aplicado na produção industrial em nível internacional. A auditoria não é necessariamente um processo de certificação ou um novo código de conduta. A ideia aqui é trazer um ambiente mais seguro e eficiente para as empresas por meio de avaliações e verificações técnicas.

O conceito foi pensado para reduzir a carga de trabalho das auditorias comerciais e trazer benefícios para empresas e fornecedores do serviço. No modus operandi da SMETA, um fornecedor realiza auditorias e pode até mesmo compartilhar as informações com diferentes clientes.

O sistema funciona dentro do código ETI (Ethical Trade Initiative) e de quatro pilares básicos, o que torna o processo mais eficiente. Confira quais são esses pilares:

  • saúde e segurança;
  • ambiente prático;
  • normas laborais;
  • ética comercial.

Quais são os benefícios da auditoria SMETA para empresas que são certificadas?

Um sistema de produção sustentável e o suporte para as práticas responsáveis de compra e negociação são alguns exemplos de pontos vantajosos que podem tornar a auditoria SMETA importante para empresas de diferentes setores. Os métodos de avaliação aplicados no sistema são focados nos rendimentos positivos de fornecedores e indústrias.

E esses são apenas alguns dos pontos favoráveis do SMETA. Além desses, vale a pena citar os seguintes benefícios:

  • redução dos custos da empresa por meio do compartilhamento e de métodos padronizados de obtenção de informações de cada auditoria;
  • fornecimento de análises comparativas com base em rede de auditoria internacional profissional;
  • melhoria significativa da gestão da cadeia de abastecimento logístico;
  • maior nível de segurança para as equipes internas e externas.

Por que é importante se preocupar com a certificação SMETA na hora de escolher uma transportadora parceira?

É importante ter sempre em mente que os especialistas que realizam as auditorias SMETA são, em geral, profissionais e empresas de gestão de risco reconhecidas internacionalmente e com grande experiência na preparação para esse tipo de serviço.

Embora os auditores da SMETA não tenham um mecanismo formal de certificação, eles são especialistas que participam de inúmeras inspeções e auditorias, bem como de códigos de conduta em outros projetos que integraram o sistema.

Todos receberam avaliações de equiparação após obterem o reconhecimento do trabalho em que estavam engajados e sempre consideraram as diretrizes de ética e conduta. Em suma, ainda que não seja uma auditoria obrigatória, ela permite que fabricantes, distribuidores de mais players tenham melhor acesso aos locais onde podem comercializar seus produtos. Isso ajuda as empresas a expandir as oportunidades de crescimento e alcançar o sucesso.

Diante de todos esses fatos, fica clara a importância de contar sempre com parceiros que já dispõem do reconhecimento da SMETA. Além de passarem por todo processo de auditoria, elas são capazes de garantir uma conduta sempre exemplar no dia a dia.

Nesse sentido, cabe a você no momento de escolha de uma nova transportadora, não só confirmar a existência da certificação SMETA, como também avaliar se os procedimentos exigidos pela vistoria continuam em ação em cada etapa logística.

Conclusão

Enfim, a preocupação com fatores que envolvem a segurança e o bem-estar dos trabalhadores, bem como a sustentabilidade de processos tem ganhado cada vez mais importância no mundo corporativo. Por esse motivo, é necessário que a sua empresa se alinhe a transportadoras que entendam e trabalhem diariamente tendências como a certificação SMETA.

Gostou do artigo? A RDR Soluções Logísticas conta com a certificação SMETA e um know how técnico na aplicação de serviços diários. Acesse e saiba como podemos ajudar a sua empresa hoje.

dicas logística 2022

Como otimizar a logística em 2022?

Estamos entrando nos últimos 30 dias de 2021, momento mais que propício para você já planejar como otimizar a logística do próximo ano. Afinal, o setor é uma parte estratégica para qualquer marca no varejo, tendo grande impacto na obtenção de lucros e na fidelização dos clientes.

Iniciar 2022 com a certeza de uma logística bem planejada, ou bem encaminhada, é fundamental para o equilíbrio da sua empresa no novo ciclo. Você não só aumenta as chances de superar desafios, como também melhora o faturamento.

Quer saber como otimizar a logística em 2022 de forma prática e real? Então, continue lendo e confira as dicas que preparamos para você.

Boa leitura!

Como otimizar a logística em 2022?

Buscar formas de  como otimizar a logística é um objetivo comum entre os gestores. A grande questão é que muitos acabam focando em pontos aleatórios e não conseguem alcançar os resultados esperados.

Para um aperfeiçoamento real, você precisa trabalhar pontos centrais na rotina logística, fatores que causam impacto em toda a operação.

Confira as nossas dicas e entenda.

Invista ao máximo em inovações tecnológicas

A verdade que até mesmo e-commerces, que precisam utilizar a tecnologia 24h, não exploram devidamente as inovações quando o assunto é o aperfeiçoamento logístico. Muitas lojas virtuais se limitam ao uso da internet para facilitar algumas etapas como o atendimento ao usuário.

Em 2022, seja loja física ou virtual, é fundamental que esse direcionamento mude por completo. É necessário uma busca e aplicação de ferramentas que transformem de vez a logística da sua empresa.

Um bom exemplo de inovação perfeita para a logística são os ERPs (Enterprise Resource Planning), softwares de gestão que possibilitam o controle completo de todo setor logístico a partir de uma única ferramenta. Com esse tipo de controle, você agiliza os processos e consegue tomar melhores decisões em caso de imprevistos.

Trabalhe a partir de uma integração de processos

Outro ponto que reverbera em toda estrutura logística, mas que nem sempre foi visto como essencial, é a integração de processos.

Em um passado não tão distante, a ideia de ações separadas predominava em muitas logísticas. Cada equipe desenvolvia a sua atividade de forma independente e esperava o momento de os processos “se cruzarem”. Porém, além de pouco eficaz, esse modus operandi aumentava a chance de falhas e perda de prazos.

Com uma integração de processos, promovida principalmente a partir de uma solução tecnológica, você evita um cenário assim e consegue otimizar de verdade a sua logística. Então, para 2022, coloque a integração como uma pauta prioritária para a área.

Faça uma medição de resultados

Como diz o ditado: “O que é não medido, não é melhorado”. Ou seja, para aperfeiçoar os processos é preciso medir os resultados reais do seu setor. Até porque, não adianta investir em tecnologia ou na integração de processos sem confirmar se todas essas ações estão trazendo os resultados esperados, não é mesmo?

Então, além das informações convencionais, como número de vendas e aquisições, é essencial que você defina KPIs (Indicadores-chave) e monitore os seus dados.

Os KPIs serão as ferramentas que apontarão de forma detalhada como cada equipe ou atividade cresceu ou ficou estagnada. A partir das informações você conseguirá agir passo a passo para uma otimização geral.

A importância de uma transportadora especialista na sua logística em 2022

Segundo o site “reclameaqui”, nos últimos dois anos a insatisfação dos clientes com os atrasos das logísticas das empresas bateu recorde. Além das entregas fora do prazo, os clientes reclamaram muito do estado em que as mercadorias estavam chegando.

Esses são problemas ligados diretamente à eficiência da transportadora que realiza a entrega dos produtos da sua empresa. Basicamente, não adianta aperfeiçoar a parte interna da sua logística e continuar contando com um parceiro ineficiente.

É importantíssimo que para 2022 você inicie o processo logístico com uma transportadora especialista e com bom histórico de mercado. Se a ideia é melhorar os principais pontos de como otimizar a logística, a eficiência na entrega não pode ficar fora do seu checklist.

Enfim, essas foram as nossas dicas de como otimizar a logística em 2022. Seguindo esse passo a passo e trabalhando o engajamento de colaboradores e parceiros, a tendência é que a logística da sua empresa seja ainda mais promissora neste novo ciclo.

Em 2022, conte com a RDR Soluções Logísticas e transforme a produtividade da sua área. Acesse e saiba como podemos ajudar o seu negócio.

como fazer um planejamento logístico

Planejamento Logístico: 5 dicas para o final de ano

As festas de final de ano são sempre momentos esperados tanto por clientes quanto por varejistas – e desde o surgimento da Black Friday, toda essa expectativa começa ainda mais cedo. Porém, para as lojas que não se preparam corretamente, a época também pode significar frustrações e até prejuízos.

É verdade que há sim um aumento na busca dos consumidores. Mas, um crescimento na procura não é sinônimo de vendas. Se o seu planejamento logístico não estiver condizente com o momento, a única coisa que acontecerá é você olhar o seu concorrente faturar mais.

Para evitar que você não caia nessa armadilha e consiga impulsionar os números da sua loja, a seguir, apresentaremos 5 ótimas dicas para a criação de um planejamento logístico para o final do ano. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

1. Crie um planejamento logístico completo

Antes de começar qualquer venda, é preciso garantir um planejamento logístico adequado para a época. Ou seja, você precisa levantar o histórico de datas anteriores e analisar quais pontos precisam ser melhorados.

A partir desta análise você saberá o que funcionou como o esperado e o que não funcionou, bem como os números de faturamento alcançados por sua empresa.

Em seguida deve ser seguido um checklist de cada item. Por exemplo, se os problemas anteriores se concentraram na falta de produtos, este ano você deve investir em um volume maior e com negociações prévias.

Se o problema foi no atendimento ou na comunicação, invista na preparação dos funcionários. Se os contratempos ficaram por conta de entregas aquém do esperado, conte com uma transportadora capacitada. E assim por diante.

2. Prepare o estoque para o final do ano

O estoque é um ponto crucial de qualquer planejamento logístico, em qualquer época. Mas, quando falamos de final de ano, ele tem um peso maior. Afinal, o melhor período para o varejo é curto e demanda o mínimo de erro.

Então, utilizando o histórico levantado, você precisa preparar o estoque com antecedência. Analise os números, faça a média do quanto vendeu e o que foi perdido em razão de um estoque defeituoso.

Busque também por dados da disponibilidade de produtos, veja quais itens apresentaram maior defasagem justamente no final do ano e se adiante nas negociações.

Mas, lembre-se: o seu estoque deve corresponder à demanda da época, mas também à demanda regular dos outros clientes.

3. Invista no aperfeiçoamento dos funcionários

Uma das armadilhas que muitos varejistas caem durante as festas de final é acreditar que o crescimento das vendas acontecerá por “mágica”. A maior parte até se preocupa com fatores como estoque e prazo, mas acabam se esquecendo de uma parte essencial: os colaboradores.

Imagine uma equipe logística que trabalha dentro de um determinado ritmo durante 11 meses do ano e, de repente, precisa duplicar esse mesmo ritmo no último mês? Sem um aperfeiçoamento técnico, dificilmente as coisas sairão como espero.

Por isso, inclua no seu planejamento logístico de final de ano o investimento em treinamento e capacitação da equipe. Os seus colaboradores precisam ser os primeiros a corresponder ao aumento da demanda.

4. Mantenha um controle de rotina completo

Como dito, as festas de final de ano contemplam um período curto, por isso é preciso que o trabalho aconteça sem erros. E para garantir, nada melhor do que melhorar o controle da rotina de trabalho.

Além de manter uma visão holística de toda operação logística, um controle mais próximo permite que você tome as melhores decisões em momentos de imprevistos.

Por exemplo, digamos que um colaborador importante se ausente em um dia primordial para as vendas ou entregas. Neste caso, você não só será capaz de substituir o funcionário de imediato, como também evitará ou minimizará qualquer efeito colateral da sua ausência.

5. Conte com uma transportadora especializada

Uma das maiores reclamações dos clientes durante as compras do final do ano é justamente a demora ou a dificuldade para receber as mercadorias adquiridas.

Isso acontece, pois: ou a logística interna da empresa não é capacitada para esse tipo de fluxo, ou a parceira contratada não tem expertise em planejamentos logísticos para festas de final de ano.

Em ambos os casos, o melhor caminho é você se adiantar e buscar uma transportadora especializada. Ou seja, uma parceira que tenha know how e experiência com entregas durante períodos de maior demanda.

Enfim, com um bom planejamento logístico e o apoio de parceiros capacitados, a tendência é que a sua empresa consiga corresponder ou superar a expectativa dos consumidores em termos de atendimento, diversidade de produtos e entrega no final de ano. Um cenário perfeito para crescer e se destacar perante a concorrência.

Conte com a RDR e garanta um planejamento logístico de sucesso neste final de ano.

logística supermercados

Logística para Supermercados: Entenda como ela é feita

O ramo de supermercados sempre foi um dos segmentos mais competitivos no nosso país. Até por isso, marcas que desejam se destacar no setor estão sempre em busca de ideias e alternativas para oferecer um serviço de qualidade aos clientes ao mesmo tempo em que alcançam um equilíbrio na parte financeira. E é exatamente neste ponto que a logística para supermercados entra cena, sendo uma peça fundamental para o sucesso de metas e objetivos.

Neste setor, quando a logística é bem sucedida, o supermercado consegue diminuir consideravelmente os custos e ainda garantir um bom fluxo de mercadorias. Um resultado perfeito para quem precisa equilibrar as contas sem perder produtividade.

Quer entender mais sobre a logística para supermercados e quais as vantagens dela? Então, continue lendo e confira a nossa postagem completa sobre o assunto.

Boa leitura!

Como funciona a logística para supermercados?

Como o próprio nome aponta, a logística para supermercados é a área responsável por garantir o abastecimento e o fluxo de mercadoria de um estabelecimento do setor de varejo.

Ela funciona no modelo de logística integrada, ou seja, tendo a participação de equipes de todas as áreas dos supermercados que trazem algum impacto na cadeia logística, por exemplo:

  • Atendimento;
  • Transporte;
  • Financeiro;
  • Pós-venda;
  • Compras.

Todos esses departamentos juntos formam a logística para supermercados, trabalhando de maneira uniforme e garantindo um fluxo de mercadoria constante e eficiente. Ou seja, a forma mais correta de se aplicar um serviço que impacta a experiência do consumidor.

Em resumo, é uma logística mais abrangente, que não se limita a gerenciar a movimentação e o armazenamento dos produtos. Uma função não restringida ao operacional, mas que atua principalmente de forma estratégica.

Afinal, em um supermercado, o planejamento logístico deve considerar desde a aquisição da matéria-prima, passando pela produção até a venda realizada ao público final.

A importância da tecnologia na logística para supermercados

Entre os vários papéis da logística para supermercados, um dos principais é o de identificar os gargalos no fluxo de mercadorias e solucioná-los da melhor forma possível. Nesse sentido, um ponto que pode faltar é a adoção tecnológica.

É fato que a logística em si sempre foi um setor adepto à tecnologia, porém a dinamicidade e a competitividade dos supermercados demanda um uso ainda maior de ferramentas e inovações.

Isso porque boa parte dos entraves logísticos na rotina de um supermercado pode ser solucionado ou minimizado com a aplicação de soluções tecnológicas, por exemplo:

  • Software de gestão para controle e compartilhamento de processos;
  • Soluções QR para conferência de produtos;
  • Tecnologia de rastreamento dos veículos;
  • Equipamentos para carga e descarga;
  • Maquinário para embalagem.

Todas essas soluções otimizam a sua gestão, melhoram a comunicação com equipes externas e parceiros, minimizam erros e melhoram a rotina produtiva do supermercado de forma geral.

A importância de um bom serviço de entrega na logística para supermercados

Se a tecnologia é essencial para o sucesso da logística para supermercados, o serviço de entrega não fica atrás em relevância. Na verdade, a etapa tende a ser o grande diferencial entre o sucesso e o fracasso de uma operação logística.

Por essa razão, é fundamental que, como gestor logístico de supermercado, você busque meios de garantir uma entrega que atenda as necessidades tanto da sua empresa quanto dos seus clientes, como, por exemplo: pontualidade, qualidade e eficiência.

Um ponto fundamental para atingir essas metas é trabalhar com transportadoras que estejam alinhadas com os valores e objetivos do seu negócio. Afinal, sem um parceiro à altura, não adianta um trabalho diferenciado nas outras etapas logísticas.

Então, tão importante quanto um planejamento coeso, é a escolha correta por uma transportadora que trabalhe com prazo e qualidade.

Benefícios de aplicar a logística para supermercados

É claro que um processo integrado e que conta com players focados em entregar o melhor resultado em toda etapa logística rende diversos benefícios para o seu supermercado. Vantagens essas que otimizam diretamente o serviço final para o seu cliente.

Entre os principais benefícios, podemos citar:

  • Aumento da eficiência interna e externa;
  • Melhoria da estrutura organizacional;
  • Maior controle sobre processos;
  • Aperfeiçoamento técnico;
  • Melhor atendimento;
  • Redução de custos.

Enfim, todos esses benefícios são possíveis quando você trabalha corretamente a logística para supermercados. Em um setor com ampla concorrência, desenvolver estrategicamente uma função tão importante, é a forma mais inteligente de se tornar mais competitivo e fidelizar um número maior de clientes.

A RDR Soluções Logísticas é especialista em processos logísticos para supermercados, acesse e faça o seu orçamento.

tendências da logística 2022

Logística do Futuro

Hoje já se fala em logística do futuro muito por causa da internet e todas as facilidades que essa ferramenta pode trazer. Porém, a grande rede é só mais uma das inovações capazes de transformar a qualidade e a produtividade do setor.

Na verdade, a logística do futuro não se limita a ferramentas propriamente ditas. Para corresponder às necessidades dos clientes e do mercado, a mudança também precisa ser de estratégia e planejamentos. Neste momento, por exemplo, há tendências sendo lançadas e trabalhadas dentro do segmento que podem revolucionar o seu modelo de negócio.

É exatamente sobre elas que falaremos a seguir. Continue com a gente e confira exemplos de tendências reais para uma logística do futuro.

Boa leitura!

Planejamento e gestão data driven

No passado, o setor logístico sofria muito com a questão de planejamentos definidos à base da “intuição” e experiência dos gestores. Operações e grandes movimentações sendo planejadas e executadas de forma pouco analítica.

Por isso, uma tendência já trabalhada e que deve ser reforçada na logística do futuro é a gestão data driven, ou seja, uma administração orientada por dados estruturados. Um conceito de trabalho moderno, capaz de otimizar planejamentos e processos.

O data driven permite que toda tomada de decisão dentro da sua logística seja feita de forma racional, considerando dados e fatos. Claro, a experiência dos profissionais ainda será um diferencial, porém ela deverá servir como complemento e não como ponto de sustentação.

Integração dos sistemas logísticos e de transporte

Uma logística de média ou grande empresa precisa trabalhar com diferentes parceiros para desenvolver a operação em alta qualidade. São transportadoras e fornecedores que cumprem etapas específicas dentro do processo logístico.

É grande questão é que, dependendo do parceiro, esse trabalho fica bastante disperso e não há nenhum tipo de integração entre as partes. Com isso, a empresa contratante acaba não ficando atualizada em relação a serviços e resultados.

Por isso uma integração total é mais uma das fortes tendências da logística do futuro. Uma união que acontece tanto a partir de sistemas de rastreamento dos veículos quanto pelo compartilhamento instantâneo de informações.

Mais investimento em e-commerce e segurança dos dados

O e-commerce já é uma realidade há muito tempo, tendo uma crescente no faturamento a cada ano. A tendência aqui é de um cenário positivo pelos próximos anos e um investimento massivo no setor, com mais lojas virtuais surgindo e expandindo.

Porém, esse crescimento deve vir acompanhado de uma segurança de dados mais bem desenvolvida. Com a popularização da internet e a vigência da LGPD, as empresas terão que se preparar para garantir a segurança dos usuários e de suas próprias informações confidenciais.

A parte logística terá que evoluir junto, se integrando aos processos do e-commerce e executando com qualidade as etapas que acontecem dentro do setor.

Atendimento ao cliente dentro da logística do futuro

Logicamente, o grande alvo de qualquer empresa também precisa ser incluído na logística do futuro. Afinal, o cliente atual não é mesmo de alguns anos atrás, assim como não será o mesmo daqui a algumas décadas.

Sabendo disso, é dever dos gestores adaptarem atendimentos e serviços para o perfil do seu cliente. É preciso trazer ferramentas e parceiros que estejam alinhados às expectativas dos usuários.

É importante alcançar um ciclo de pedidos bem estruturado a fim de garantir que dificuldades que existem atualmente, como falta de comunicação e atraso nas entregas, sejam minimizados ou completamente superados em um futuro próximo.

Reforço do investimento em transformação digital

Todas as tendências citadas até aqui só serão possíveis na logística da sua empresa se houver um pré direcionamento à transformação digital. A logística futuro sempre corresponderá às necessidades e novidades do mercado, e elas mudam constantemente.

Ao estar alinhada à transformação digital, a sua logística se encontrará sempre preparada para tais mudanças, buscando parceiros e soluções que “conversem” com cada cenário de maneira completa.

Claro que esse tipo de mentalidade precisa começar de cima para baixo. É a gestão principal que deve dar o pontapé inicial e incentivar os líderes de cada setor a trabalhar o conceito dentro das equipes.

Enfim, seguindo essas dicas e acompanhando as atualizações que surgem no mercado, a sua empresa certamente estará preparada para a logística do futuro. Mas, as mudanças já devem acontecer a partir da agora: cabe avaliar transportadoras, parceiros e sistemas para identificar se todos correspondem a essa nova realidade do mercado.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e entenda agora as razões de investir em uma logística sustentável.

tendências logística 2022

Habilidades do profissional de logística do futuro

Cada vez mais as empresas investem na contração de um profissional de logística do futuro para fazer frente às inúmeras mudanças do setor e atender melhor às necessidades das próprias instituições e dos seus clientes.

Porém, esse tipo de estratégia gera alta expectativa em cima desses profissionais, que precisam desenvolver certas habilidades para serem efetivos em manter suas empresas competitivas. Resiliência, raciocínio lógico, entre outros: é preciso trabalhar diferentes competências no dia a dia.

Quer entender mais sobre isso e conhecer outras habilidades essenciais de um profissional de logística do futuro? Então, continue lendo e confira o nosso artigo completo sobre o assunto.

Boa leitura!

Quais habilidades são importantes para um profissional de logística do futuro?

Como dito, embora bastante requisitado no mercado, um profissional de logística do futuro precisa apresentar algumas competências para corresponder a todas as expectativas das empresas.

Para ajudar, separamos algumas habilidades essenciais que você já pode trabalhar a partir de hoje. Confira!

Resiliência

Ser resiliente é manter a produtividade e a inteligência emocional mesmo em circunstâncias totalmente desfavoráveis. É ser profissional e buscar sempre o equilíbrio no ambiente de trabalho. Um profissional de logística do futuro precisa ter o completo domínio dessa competência.

Principalmente pelo fato de a logística ser um setor que pode sofrer mudanças repentinas por causa de fatores macroambientes – clima, economia, política etc. Ser resiliente ajudará você a encontrar novas soluções em qualquer destes cenários.

Visão holística

A logística é um setor interligado a quase todas as áreas de uma empresa. Portanto, um profissional de sucesso precisa ter noção e entender esse gerenciamento de ponta a ponta. É necessário ter uma visão holística para estar sempre à frente de toda situação.

A visão holística é o panorama completo. Ela inclui a compreensão do próprio trabalho e o entendimento de como ele afeta os demais processos da empresa para garantir a satisfação do cliente.

Adepto à inovação

A logística sempre foi um setor que utilizou as tecnologias para melhorar seus processos rotineiros. Ainda assim, há gestores que apresentam resistência quando o assunto é inovação. Há sempre um receio em termos de mudança.

Um profissional de logística do futuro não pode ter esse tipo de pensamento. É essencial uma predisposição para o uso de invoções visando sempre o aperfeiçoamento de processos. Mais do que isso: um profissional do futuro precisa ser capaz de pensar sistematicamente e propor novas soluções para resolver os problemas que surgirem.

A comunicação com novos parceiros e o investimento em novos aprendizados também são fundamentais

A gerência logística não se limita às paredes da sua empresa. Um profissional do futuro também deve saber se cercar de parceiros competentes, comprometidos e que trabalham dentro da mesma linha de valor.

Saber avaliar e escolher, por exemplo, transportadoras capazes de atender todas as necessidades da sua empresa e facilitar uma entrega de qualidade para o seu cliente final deve fazer parte da sua cartilha.

Assim também deve acontecer na escolha dos fornecedores, que precisam ser parceiros que não só ofereceram produtos de qualidade, mas também cumpram com os prazos e o volume esperados por sua empresa.

Mas, para adquirir toda essas expertises é preciso se preparar. Afinal, a logística é muito dinâmica, e os profissionais que desejam aproveitar todas as oportunidades precisam priorizar:

Cursos de especialização: pode ser na própria área de logística ou em tópicos relacionados, por exemplo: gestão de projetos, Supply Chain, gestão de pessoas, entre outros. O importante é investir sempre em novos conhecimentos.

Aprendizado de novos idiomas: o mundo está globalizado e a logística é um dos setores que mais conectam pessoas e empresas. Você deve estar preparado para se comunicar com qualquer parceiro ou cliente;

Aprendizado técnico: não basta ser um simpatizante à inovação, é preciso saber manuseá-la no dia a dia. Reforce o seu conhecimento técnico e se torne um expert em ferramentas importantes para execução logística;

Investimento em uma logística mais sustentável: A visão do mundo mudou em relação à sustentabilidade, e a logística precisa cada vez demonstrar que também faz parte dessa mudança.  Um profissional do futuro já precisa entrar no mercado com essa visão pronta.

Enfim, essas são algumas das habilidades que um profissional de logística do futuro precisa apresentar para se destacar no mercado e atender clientes cada vez mais conscientes e exigentes. Porém, é importante entender que o “futuro” já está acontecendo. Nesse sentido, quanto mais rápido você se adapta, maior tende a ser a vantagem competitiva da sua marca.

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida sobre as habilidades apresentadas? Deixe o seu comentário.