metaverso e logistica

Logística no Metaverso: Como ela vai funcionar?

O Metaverso é o conceito da vez. A mais nova ideia do dono do Facebook, Mark Zuckerberg, tem sido discutida por todo mundo corporativo e já é considerada por muitos como a criação que revolucionará todo o mercado. Mas, a pergunta que fazemos aqui é: A logística no Metaverso é possível?

Considerando tudo o que o empresário já construiu até hoje, difícil duvidar de que o Metaverso realmente não transforme conceitos e rompa barreiras em um futuro próximo. Mas, será que realmente essa nova realidade funcionará para todos os setores?

É exatamente sobre isso que falaremos a seguir. Continue lendo e entenda como funcionaria a logística no Metaverso.

Boa leitura!

O que é o Metaverso?

O Metaverso realmente pode ser um grande sucesso no futuro, mas o fato hoje é que muitas pessoas ainda não entendem bem o que é essa inovação, ainda que estejam ouvindo falar dela quase o tempo todo.

De maneira simples, o Metaverso é uma realidade no mundo virtual com infinitas possibilidades de criação. É algo que parte do conceito de realidade virtual que temos atualmente, porém com mais interatividade.

A ideia de Zuckerberg é que os usuários do Metaverso consigam realizar as mesmas tarefas que elas fazem no mundo real, com a diferença de que não precisem sequer sair de casa, por exemplo:

  • Compras em supermercados;
  • Reuniões de empresa;
  • Passeios em família;
  • Visita em lugares;
  • Dirigir.

E para as empresas, como seria o Metaverso?

Diante de todas as informações disponibilizadas até agora, podemos afirmar que as empresas são os maiores alvos do Metaverso. Isso porque, a nova “realidade” proposta por Mark Zuckeberg traz possibilidades que seriam muito caras ou até inviáveis para muitos negócios aplicarem no mundo real.

Comecemos pelo básico: reuniões. Claro, hoje elas já podem acontecer de maneira on-line, com cada participante em um lugar diferente. Porém, o Metaverso abre um novo leque quando se trata deste ponto tão usual em muitas empresas.

Dentro do Metaverso, as reuniões serão on-line, mas com uma realidade presencial. Por exemplo, com o cenário montado as pessoas poderão interagir, trocar documentos, entre outros, como se estivessem todas no mesmo lugar. É como se todos estivessem presentes, mas sem todo o transtorno do deslocamento real.

Além disso, no Metaverso é possível criar uma cópia fiel da sua empresa e realizar inúmeros testes sem precisar parar a rotina de trabalho. Com isso, podem ser analisados diferentes pontos, tais como:

  • Nível de qualidade;
  • Estrutura do local;
  • Produtividade;
  • Atendimento;
  • Produtos.

Logística no Metaverso: é possível?

Enfim, chegamos à pergunta “do milhão”. Afinal, dentro de um setor de alta produtividade e que demanda considerados investimentos como a Logística, a dúvida sobre a efetividade de uma realidade virtual é muito necessária.

Para responder a essa pergunta precisamos voltar à base e analisar uma rotina logística. No dia a dia, diversas etapas precisam ser cumpridas para que uma mercadoria saia do ponto A e seja entregue em perfeito estado e dentro do prazo no ponto B.

Como já vimos, a ideia do Metaverso é possibilitar que cenários reais sejam completamente reproduzidos dentro do mundo virtual. E é exatamente assim que a logística no Metaverso pode funcionar.

Veja bem, para que uma operação logística seja bem-sucedida é necessário que todos os processos estejam alinhados. Mas, como se certificar de que tudo está realmente alinhado se é praticamente impossível reunir colaboradores, fornecedores e demais equipes no mesmo local e executando suas atividades? O Metaverso é a resposta.

Assim como já fazem algumas montadoras, que testam seus produtos e o nível de produção no Metaverso, uma empresa logística, em um futuro próximo, poderá reproduzir sua operação antes de colocá-la em prática.

Com a logística no Metaverso, o gestor conseguirá recriar e participar de ambientes baseados em locais físicos, realizando um gerenciamento de uma forma que jamais foi possível. Da da sua sala, ele poderá avaliar:

  • nível de mercadorias extraviadas ou avariadas;
  • controle de entrada e saída de cargas;
  • despacho e conferência de materiais;
  • sistema de compra e venda,
  • armazenamento;
  • transporte;
  • entrega.

Diante disso, é possível afirmar de que o Metaverso conseguirá sim impactar positivamente a rotina logística de muitas empresas.

Enfim, para que processos como transporte, armazenamento, compras, entre outros, funcionem, você precisa se certificar de que tudo foi bem estudado e alinhado. Com a logística no Metaverso, você terá essa segurança e conseguirá, em curto prazo, melhorar os números da sua empresa.

Gostou de entender mais sobre o Metaverso na logística? Continue no nosso blog e confira como preparar a sua equipe logística ainda para esta Páscoa.

guerra ucrania

Guerra da Rússia x Ucrânia: Impactos na Logística

Depois da pandemia do Coronavírus, muitos acreditaram que demoraria um tempo para que o mundo tivesse que enfrentar uma nova grande crise. Porém, o início da Guerra da Rússia x Ucrânia mostrou que a situação ainda pode ficar bastante complicada.

Em relação à logística especificamente, os impactos da guerra podem ser iguais ou até maiores do que no período da pandemia. Por causa do aumento do combustível em razão da guerra, toda cadeia logística acaba sofrendo complicações. E isso pode ser só o começo.

Para explicar melhor os impactos da Guerra da Rússia x Ucrânia na logística, preparamos este artigo abordando pontos importantes sobre o assunto. Confira.

Boa leitura!

Panorama da guerra da Rússia x Ucrânia na logística mundial e brasileira

A guerra da Rússia x Ucrânia começou em 24 de fevereiro de 2022 e não demorou muito para que a logística mundial começasse a sentir os impactos do conflito.

A primeira grande mudança se deu na exportação de mercadorias, com grandes empresas de transporte marítimo suspendendo suas operações para portos da Rússia e da Ucrânia. Isso culminou na paralisação de alguns processos e no abarrotamento de outros portos próximos aos dois países.

No Brasil, por exemplo, dois dos cinco produtos mais exportados para a Rússia tiveram uma queda brusca na movimentação com mais de uma semana após o início do conflito: cargas de frango e contêineres de amendoim.

Além disso, as exportações logísticas no Brasil estão sendo afetadas pela posição de multinacionais que atuam com filiais no nosso país. É o caso, por exemplo, da Mercedes-Benz, que deixou de produzir motores para veículos pesados que eram vendidos aos russos e orientou à filial brasileira a seguir a mesma restrição.

Quais impactos ainda estão por vir com a Guerra da Rússia x Ucrânia na logística?

Com a incerteza sobre o final da guerra da Rússia x Ucrânia é possível avaliar que alguns outros impactos ainda estão por vir para a logística mundial. Na verdade, ainda que o final do conflito esteja próximo, algumas consequências certamente ainda afetarão países e empresas de qualquer forma.

Vamos entender quais impactos ainda podem vir resultantes da guerra.

Mais aumento no valor do combustível

Uma consequência que apareceu desde o início do conflito foi o aumento do preço do barril do petróleo. Com a Rússia sendo um dos maiores produtores de petróleo do mundo e sofrendo sanções de diversos países, a demanda pela commodity aumentou e, consequentemente, o seu preço.

A tendência é que, infelizmente, esse preço continue subindo em médio prazo, com o Brasil ainda tendo um agravante por causa da inflação. Em outras palavras, caminhoneiros e empresas tendem a encarar preços altos nas bombas de combustível por algum tempo.

Aumento do valor do frete

O aumento indiscriminado do combustível age como um grande efeito cascata dentro da logística, provocando consequências que impactam em diversos fatores, entre eles, o valor do frete.

Em outras palavras, a tendência em curto prazo é a oneração dos fretes pelo país. Afinal, como não é possível utilizar os veículos sem combustível, o gasto elevado acaba sendo repassado para o cliente final.

Para empresas que não podem ficar sem seus serviços logísticos, a melhor saída é contar com transportadoras especializadas e com maior estrutura, que conseguem dissipar o aumento de combustível de forma mais equilibrada.

Aumento no preço dos pneus

Além dos combustíveis, outro aumento recente que impactou o setor logístico foi o do preço de pneus. Em razão do desabastecimento que já vinha ocorrendo no período da pandemia, muitos profissionais e empresas tiveram que encarar um crescimento considerável na reposição da peça.

Agora, com todas as consequências que a guerra no leste europeu está trazendo ao mundo, dificilmente o valor dos pneus terá uma diminuição em curto prazo. Muito pelo contrário. É esperado que os preços continuem em uma crescente pelos próximos meses.

Enfim, além de todo prejuízo humanitário que qualquer conflito traz, a guerra da Rússia x Ucrânia ainda pode representar uma grande mudança nas operações logísticas de todo o mundo. Como vimos ao longo do texto, mesmo o Brasil estando bem longe do local do conflito, os impactos já estão interferindo cada vez mais na rotina de empresas, clientes e sociedade em geral.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e saiba agora como economizar combustível no dia a dia da sua empresa.

gestão logística

Liderança Positiva na Logística: Como aplicar

Embora a liderança positiva na logística já seja utilizada em algumas empresas, é fato que o conceito ainda é pouco difundido entre profissionais do setor. Uma realidade, de certa forma, preocupante, tendo em vista os diversos benefícios que essa prática pode trazer para gestores e equipes.

A liderança positiva está ligada à Psicologia Positiva, uma ciência, segundo especialistas, focada na experiência subjetiva positiva. Ou seja, o trabalho da Psicologia Positiva se concentra no entendimento e no desenvolvimento de fatores que ajudam uma pessoa prosperar e ser feliz. A liderança positiva na logística é aplicação desse conceito dentro do setor.

Quer entender mais sobre a liderança positiva na logística e os benefícios dela para a sua empresa? Então, continue com a gente e confira o nosso artigo completo sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é a liderança positiva?

Como dito, a liderança positiva está ligada à Psicologia Positiva, uma ramificação aplicada, principalmente, dentro do mundo corporativo. O conceito aqui é o mesmo da ciência principal, com a busca e o entendimento sobre os pontos que motivam e melhoram a rotina de uma pessoa.

O gestor que aplica a liderança positiva o faz a partir de uma visão mais apreciativa dos potenciais dos seus liderados, das suas capacidades humanas e motivações, trabalhando para amplificá-las e tornar mais saudável e produtiva a rotina de trabalho de suas equipes.

Em termos mais simples, a Liderança Positiva nada mais é do que a antiga liderança com base no princípio de uma nova perspectiva. Ao invés de simplesmente identificar os pontos fracos dos colaboradores e iniciar um trabalho de recuperação, você foca nas virtudes e as torna ainda mais fortes.

Dessa forma, com os seus potenciais amplificados, a tendência é que os liderados se tornem mais produtivos, satisfeitos e felizes com o trabalho desenvolvido no dia a dia.

Quais as vantagens da liderança positiva na logística?

O setor logístico é conhecido pela sua alta exigência, visto como uma “máquina que não pode parar”. É fato que essa visão de trabalho acaba trazendo consequências negativas a médio prazo, como cansaço contínuo e queda de rendimento.

Nesse sentido, a liderança positiva na logística é bastante interessante, pois ela consegue trabalhar pontos que evitam ou minimizam essas consequências negativas.

Para entender melhor, confira algumas das vantagens de aplicar esse conceito no setor logístico da sua empresa.

Maior produtividade

Com a liderança positiva você trabalha uma visão naquilo que o seu colaborador tem de melhor, o seu potencial. Logicamente, o resultado a longo prazo dessa incursão é um funcionário muito mais preparado para os desafios logísticos.

Você deve saber bem que um profissional que inicia a sua rotina mais confiante, ciente das suas capacidades, tende a entregar melhores resultados e ser mais produtivo do dia a dia.

Ambiente de trabalho mais saudável

A Psicologia Positiva é a ciência que foca nos pontos de prosperidade de uma pessoa. Ou seja, entre outros fatores, o trabalho tem o objetivo de melhorar a saúde mental das pessoas envolvidas.

Em um ambiente de alta exigência como a logística, esse tipo de estratégia é capaz de fazer grandes mudanças nos colaboradores e na empresa como um todo. A partir da positividade baseada em uma ciência, você consegue construir um ambiente mais saudável e acolhedor, algo importantíssimo para qualquer profissional.

Alcance de objetivos plenos

Com uma equipe mais preparada, satisfeita e um ambiente de trabalho saudável, sem dúvida, a conquista dos objetivos se torna mais real. E não apenas metas empresariais, como aumento da lucratividade e diminuição dos desperdícios, mas também os objetivos individuais de cada profissional.

Afinal, em uma equipe qualificada é mais fácil que cada membro atinja sua meta pessoal, que pode ser desde mais produtividade própria até um crescimento hierárquico.

A empresa por sua vez, só tem a ganhar com o alcance desses objetivos individuais, pois, consequentemente, impulsiona seus resultados e diminui a taxa de métricas negativas como churn e turnover.

Enfim, a liderança positiva na logística é o tipo de conceito que só traz vantagens para a sua empresa. Uma filosofia que desenvolve uma visão nova para os gestores, permitindo que eles consigam trabalhar corretamente os pontos que realmente fazem diferença para o crescimento e satisfação de suas equipes.

Gostou de entender mais sobre liderança positiva? Continue no nosso blog e conheça agora 5 dicas para se tornar um profissional de sucesso ainda este ano.

trabalhar com logística

Profissional de Logística: 5 dicas para se destacar em 2022

Quando falamos de um profissional de logística hoje, estamos falando de alguém essencial para o sucesso das empresas. Afinal, é papel deste profissional gerir uma das áreas mais estratégicas de qualquer negócio, buscando um equilíbrio entre custo e produtividade.

Por exemplo, sem um profissional capacitado, a logística da sua empresa pode ruir e fazer com que as atividades do dia a dia simplesmente travem. Com isso, você deixa de movimentar e vender os produtos e os clientes ficam sem consumir ou receber as entregas. Ou seja, um cenário de verdadeiro caos para todos.

Mas, em 2022, um profissional de logística precisa ser muito mais que estrategista, ele preciso ser acima da média. Mas, como conseguir isso? É exatamente o que mostraremos no post de hoje. Continue lendo e confira 5 dicas para se tornar um profissional de logística diferenciado este ano.

Boa leitura!

1. Dicas para um profissional de logística: atendimento ao ciclo completo do produto

Um profissional de logística em 2022 deve ser um gestor pessoa capaz de acompanhar de forma real todo o fluxo logístico do produto da sua empresa. Ele precisa conhecer de cor todas as atividades que envolvem o processamento de um pedido. Ou seja, deve ter o domínio sobre:

  • preparação do pedido;
  • transmissão do pedido;
  • recebimento do pedido;
  • entrega final do pedido.

2. Dicas para um profissional de logística: gestão de estoque e armazenamento

Alguns especialistas dizem que o sucesso de uma operação se define no armazenamento. Se ele acontece como o esperado, as chances de bons resultados são enormes. Mas, caso o processo não flua corretamente, é muito provável que a operação logística não alcance o objetivo.

Nesse sentido, um bom profissional de logística em 2022 precisa ser capaz de desempenhar um papel diferenciado em relação ao estoque, dominando técnicas e estratégias que abranjam todo o processo de armazenamento, tais como:

  • Controle da produção;
  • Controle de pedidos e entregas;
  • Controle de reposição de mercadoria;
  • Preparação para ocorrências: roubo, avaria etc.

3. Dicas para um profissional de logística: controle sobre os custos logísticos

Como dito na introdução, um dos maiores objetivos, e também desafios, de qualquer gestor logístico é equilibrar os custos e a produtividade da sua equipe. Os gastos devem sempre estar dentro da realidade da empresa.

Para que isso seja possível, o profissional de gestor precisa conhecer os custos que envolvem as práticas logísticas, garantindo que eles não sejam ultrapassados e não comprometam o bom andamento do negócio.

É fato que a logística é um setor custoso, portanto não há como fugir dos gastos. No entanto, ao conhecer todos os gastos, o gestor consegue redimensioná-los e entender quais podem ser flexibilizados a cada mês ou a cada operação. Entre os principais custos dentro da logística, estão:

  • Diretos e indiretos;
  • Fixo e Variáveis;
  • Armazenagem;
  • Mão de obra;
  • Transporte;
  • Tecnologia.

4. Dicas para um profissional de logística: Gestão de transporte

Outro ponto fundamental dentro da logística é a gestão de transporte, afinal, a movimentação externa das mercadorias deve corresponder às necessidades da empresa e dos clientes.

Como um profissional moderno, o gestor logístico deve estar preparado para analisar e tomar decisões importantes em relação a essa etapa. Por exemplo, é responsabilidade do gestor definir se é mais viável para a empresa contar com uma frota própria ou optar por estratégias menos custosas como a terceirização.

Como vimos no tópico anterior, a parte do transporte é uma das que mais demandam financeiramente dentro da logística. Por isso, um profissional de logística em 2022 deve tomar decisões que equilibrem as contas e mantenham um transporte de qualidade.

5. Dicas para um profissional de logística: aperfeiçoamento e autoconhecimento

Todos os pontos apresentados até aqui são importantes para que, em 2022, como profissional de logística, você esteja preparado para corresponder às demandas dos clientes e do mercado de maneira geral.

Porém, como diz o ditado popular: “Conhecimento é poder”. Sendo assim, para se diferenciar dos demais, você deve sempre buscar novos conhecimentos e estratégias. Tenha sempre em mente que o que fica parado no tempo acaba se tornando obsoleto.

É importante manter os estudos, investir em treinamentos e novas estratégias para se aperfeiçoar e estar sempre em sintonia com as tendências do setor.

Enfim, essas foram as nossas dicas que ajudarão você a se tornar um profissional de logística mais bem-preparado em 2022. Analise todas as informações e comece sem demora a colocar todos os planos em ação.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e confira agora algumas das tendências da logística para 2022.

mulher logística

Mulheres na Logística 2022: Liderança e Representatividade

Há alguns anos, debater sobre a participação de mulheres na logística parecia algo fora da realidade. Felizmente, a situação hoje em dia é completamente diferente. As mulheres atuam forte no setor, entregando resultados importantes em diferentes etapas de uma operação logística.

No entanto, mesmo com tantos avanços, não há como negar que a logística continua sendo predominante um ambiente masculino. Ou seja, ainda é possível caminhar bastante nesse sentido, trazendo maior igualdade entre os gêneros, tanto em quantidade quanto em valorização.

No mês da mulher, nada melhor do que discutimos esse tema e trazermos informações sobre o panorama das mulheres na logística aqui no Brasil. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

Os números das mulheres na logística

Como dito, nos últimos anos houve uma evolução interessante no número de mulheres na logística no nosso país. Desde 2019, antes de iniciar a pandemia de Coronavírus no mundo, a contratação da força feminina no setor vem sendo destacado por sites e veículos de comunicação especializados.

Um estudo recente, por exemplo, mostrou um crescimento de 229% no número de mulheres atuantes no segmento logístico, principalmente em áreas como transporte e liderança internas de galpões e armazéns.

Um cenário impressionante, ainda mais se considerarmos que há algumas décadas o máximo que encontrávamos eram mulheres atuando em cargos administrativos ou auxiliares.

Mas, o que permitiu essas mudanças?

Quando se trata de avanços que impactam toda uma sociedade, fica claro que as mudanças acontecem em razão de um grupo de diferentes fatores. Desde a incansável luta de grupos não governamentais que batalham pela busca da igualdade até campanhas de diversas esferas públicas para incentivar a participação de mulheres em todos os setores do mundo corporativo.

Mas, sem dúvida, um dos maiores aliados para essa grande mudança foi o maior acesso à informação. Com a internet e a globalização, paradigmas puderam ser quebrados e barreiras superadas. Afinal, com mais informação também vem maior conhecimento e preparo.

Hoje, empresários e gestores têm ciência de que uma ótima operação logística não se faz com força braçal aleatória, mas sim com estratégias inteligentes.

Diante disso, fica claro de que o setor necessita de profissionais que saibam trabalhar de forma mais estratégica, independentemente do gênero.

O resultado é que novas oportunidades surgem para que as mulheres consigam desenvolver o seu profissionalismo com postura, liderança e, acima de tudo, respeito.

O que ainda pode melhorar para aumentarmos o número de mulheres na logística?

Apesar de todos os avanços citados, não há como negar que ainda temos muito caminho a evoluir. A proporção de homens e mulheres dentro do setor ainda bastante é desigual, isso considerando diferentes quesitos, tais como:

  • Posicionamento hierárquico;
  • Plano de carreira;
  • Salários.

Podemos dizer que esse desnivelamento está diretamente ligado à questão cultural, quando a visão do “braçal” ainda predominava no setor. Por mais que tenhamos superado bastante essa barreira, não há como negar que ainda há muitos empresários que sustentam esse conceito retrógado.

Nesse sentido, uma mudança real e completa no mercado depende de um processo contínuo de mindset e de cultura dentro das empresas. É preciso reforçar diariamente a importância do profissionalismo acima de visões pessoais, transformando a cultura organizacional a partir da base. Essa é a melhor forma para que as profissionais continuem a ganhar mais espaço.

As mulheres na logística da RDR

Como dito, as empresas têm um papel fundamental nessa transformação de pensamento e em um maior equilíbrio entre homens e mulheres na logística. Quanto maior o número de instituições que trabalham dentro dessa visão, mais rápido e real tende a ser o processo de mudança.

A RDR Soluções Logísticas entende essa relevância e faz a sua parte para garantir uma realidade mais igualitária para todos. Aqui, as mulheres sempre encontram as portas abertas para uma jornada profissional de sucesso.

No nosso quadro atual, por exemplo, contamos com 30 mulheres na equipe, sendo 2 delas em cargos de liderança e decisão. Estamos orgulhosos de nossas profissionais e entendemos que elas são essenciais para o nosso sucesso enquanto empresa logística.

Enfim, essas foram algumas das informações importantes sobre o panorama das mulheres na logística aqui no Brasil. Há muitas conquistas a se comemorar, mas sem perder a visão de melhoria no futuro. A boa notícia é que um cenário inovador e muito mais justo e equilibrado dentro do setor é algo cada vez mais possível.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e confira agora algumas tendências e inovações dentro do setor logístico para os próximos anos.

Futuro da Logística

Tendências Logística para 2022

Talvez não tenha existido uma época na história recente em que as tendências na logística sejam tão esperadas quanto agora. Depois de quase 2 anos de uma forte crise mundial, o setor vê uma esperança de recuperação interessante em 2022.

É fato que um movimento de transformação centrado na logística 4.0 já vinha acontecendo há algum tempo. Porém, todo crescimento acabou sendo prejudicado em razão da pandemia, com as empresas tendo que aprender e a se adaptar à nova realidade.

Agora, com 2022 trazendo novas perspectivas, as tendências na logística voltam com força e de forma aperfeiçoada. Com isso, é fundamental que todo gestor fique atento a cada uma delas.

Para ajudar, preparamos este artigo abordando algumas das principais tendências na logística para 2022. Confira.

Boa leitura!

Tendências na logística para 2022

A logística de 2022 é um setor no pós-pandemia. Um setor que, assim como os demais, passou os últimos dois anos de muitos desafios, mas que agora vê o momento de se recuperar.

A grande dúvida que fica agora é se as empresas conseguirão se superar ainda mais para manter em alta as expectativas que surgiram antes dos períodos de maior restrição. Afinal, quando a logística 4.0 estava em grande desenvolvimento, o mundo praticamente parou.

Com a chegada do novo ano vem também novas oportunidades e planos. Mas, para concretizá-los, você precisa estar atento às tendências que foram paralisadas em razão da pandemia, bem como aquelas que surgiram durante o período de crise.

Fique atualizado e confira algumas logo abaixo.

Digitalização logística

Sim, a digitalização logística já era uma tendência em pleno desenvolvimento antes da pandemia. Porém, agora, ela se tornou mais do que essencial. É um ponto que precisa ser reforçado e trabalhado com intensidade em toda empresa moderna.

Afinal, por melhor que seja o produto, se não houver uma forma eficiente para disponibilizá-lo sem erros, a um custo competitivo e em tempo hábil, não há como se manter no mercado.

A digitalização logística permite que você trabalhe todos esses pontos de forma assertiva e real. A partir de informações privilegiadas, você conseguirá tomar decisões baseadas em fatos e números e não mais por achismo e intuição.

Sem dúvida, essa é uma tendência que não pode ficar de fora da sua planilha em 2022.

Soluções diferenciadas para operadores e clientes

Nem mesmo a maior crise da nossa história atual foi capaz de mudar o fato de que os clientes já não se satisfazem mais com o básico. Uma empresa para ser competitiva no mercado atual precisa contar com soluções diferenciadas que impactem toda cadeia logística e tragam vantagens coletivas.

É importante ter em mente de que a transformação é real. Continuar trabalhando dentro do mesmo padrão não é a melhor maneira de atingir as expectativas do novo perfil de consumidor.

Algumas soluções diferenciadas que precisam estar no checklist da logística da sua empresa são:

  • aplicativos de comunicação;
  • equipamentos de rastreio;
  • sistemas de gestão;
  • leitura digital;
  • omnichannel.

Logística sustentável

A sustentabilidade é outro fator que não poderá ficar em segundo plano em 2022. Se há uma tendência forte no mundo globalizado é o fato de que as empresas serão cada vez mais cobradas por suas atitudes em relação a pautas que não estão ligadas diretamente ao comercial. A sustentabilidade é uma delas.

Ações desde a logística reversa até o investimento em veículos menos poluidores serão fundamentais para o fortalecimento produtivo e, principalmente, para a criação de uma imagem positiva da sua empresa neste “novo mundo”.

Meio digitais de pagamento e aumento de segurança

A tão necessária digitalização logística não se limita ao atendimento ou à comunicação entre empresas e clientes, os meios de pagamento também devem estar inseridos nessa nova forma de fazer negócio.

Afinal, as negociações on-line cresceram de forma considerável nos últimos anos. É papel das empresas não só acompanhar essa tendência, como também garantir que os clientes se sintam mais seguros e satisfeitos dentro desse novo cenário.

É necessário um investimento massivo em segurança digital. Além de ser algo primordial para trazer a confiança dos clientes, o investimento em mais segurança representa credibilidade para a qualquer empresa no mercado.

O perfil de profissional de logística está mudando

É claro que além de mudanças estratégicas, processos e soluções tecnológicas, outra das tendências na logística é a busca por profissionais que estejam alinhados ao novo mercado.

O profissional logístico da atualidade precisa superar os desafios corriqueiros e ainda buscar aperfeiçoamentos no dia a dia.

Com tantas transformações e novas necessidades, um bom gestor logístico não pode se limitar a dar ordens e fechar acordos aleatórios, a exigência do mercado é muito maior.

O novo perfil do mercado exige um profissional logístico:

  • que pensa em curto prazo e inovador;
  • mais dinâmico e menos centralizador;
  • parceiro dos outros departamentos;

Isso também vale para parceiros logísticos da sua empresa. Transportadoras e fornecedores precisam apresentar um perfil moderno de gestão e alinhado à filosofia da inovação. Afinal, a logística é um conjunto de processos que precisa funcionar no mesmo nível de confiabilidade e qualidade.

Enfim, essas foram apenas algumas das tendências na logística para 2022. No nosso e-book sobre o tema, você encontrará outros pontos que deve ficar atento, além de tópicos que lhe ajudarão a desenvolver uma logística de sucesso neste novo ano.

Acesse e baixe agora mesmo o nosso e-book completo sobre as Tendências na Logística para 2022.

dicas logística 2022

Como otimizar a logística em 2022?

Iniciar 2022 com a certeza de uma logística bem planejada, ou bem encaminhada, é fundamental para o equilíbrio da sua empresa no novo ciclo. Você não só aumenta as chances de superar desafios, como também melhora o faturamento.

Quer saber como otimizar a logística em 2022 de forma prática e real? Então, continue lendo e confira as dicas que preparamos para você.

Boa leitura!

Como otimizar a logística em 2022?

Buscar formas de  como otimizar a logística é um objetivo comum entre os gestores. A grande questão é que muitos acabam focando em pontos aleatórios e não conseguem alcançar os resultados esperados.

Para um aperfeiçoamento real, você precisa trabalhar pontos centrais na rotina logística, fatores que causam impacto em toda a operação.

Confira as nossas dicas e entenda.

Invista ao máximo em inovações tecnológicas

A verdade que até mesmo e-commerces, que precisam utilizar a tecnologia 24h, não exploram devidamente as inovações quando o assunto é o aperfeiçoamento logístico. Muitas lojas virtuais se limitam ao uso da internet para facilitar algumas etapas como o atendimento ao usuário.

Em 2022, seja loja física ou virtual, é fundamental que esse direcionamento mude por completo. É necessário uma busca e aplicação de ferramentas que transformem de vez a logística da sua empresa.

Um bom exemplo de inovação perfeita para a logística são os ERPs (Enterprise Resource Planning), softwares de gestão que possibilitam o controle completo de todo setor logístico a partir de uma única ferramenta. Com esse tipo de controle, você agiliza os processos e consegue tomar melhores decisões em caso de imprevistos.

Trabalhe a partir de uma integração de processos

Outro ponto que reverbera em toda estrutura logística, mas que nem sempre foi visto como essencial, é a integração de processos.

Em um passado não tão distante, a ideia de ações separadas predominava em muitas logísticas. Cada equipe desenvolvia a sua atividade de forma independente e esperava o momento de os processos “se cruzarem”. Porém, além de pouco eficaz, esse modus operandi aumentava a chance de falhas e perda de prazos.

Com uma integração de processos, promovida principalmente a partir de uma solução tecnológica, você evita um cenário assim e consegue otimizar de verdade a sua logística. Então, para 2022, coloque a integração como uma pauta prioritária para a área.

Faça uma medição de resultados

Como diz o ditado: “O que é não medido, não é melhorado”. Ou seja, para aperfeiçoar os processos é preciso medir os resultados reais do seu setor. Até porque, não adianta investir em tecnologia ou na integração de processos sem confirmar se todas essas ações estão trazendo os resultados esperados, não é mesmo?

Então, além das informações convencionais, como número de vendas e aquisições, é essencial que você defina KPIs (Indicadores-chave) e monitore os seus dados.

Os KPIs serão as ferramentas que apontarão de forma detalhada como cada equipe ou atividade cresceu ou ficou estagnada. A partir das informações você conseguirá agir passo a passo para uma otimização geral.

A importância de uma transportadora especialista na sua logística em 2022

Segundo o site “reclameaqui”, nos últimos dois anos a insatisfação dos clientes com os atrasos das logísticas das empresas bateu recorde. Além das entregas fora do prazo, os clientes reclamaram muito do estado em que as mercadorias estavam chegando.

Esses são problemas ligados diretamente à eficiência da transportadora que realiza a entrega dos produtos da sua empresa. Basicamente, não adianta aperfeiçoar a parte interna da sua logística e continuar contando com um parceiro ineficiente.

É importantíssimo que para 2022 você inicie o processo logístico com uma transportadora especialista e com bom histórico de mercado. Se a ideia é melhorar os principais pontos de como otimizar a logística, a eficiência na entrega não pode ficar fora do seu checklist.

Enfim, essas foram as nossas dicas de como otimizar a logística em 2022. Seguindo esse passo a passo e trabalhando o engajamento de colaboradores e parceiros, a tendência é que a logística da sua empresa seja ainda mais promissora neste novo ciclo.

Em 2022, conte com a RDR Soluções Logísticas e transforme a produtividade da sua área. Acesse e saiba como podemos ajudar o seu negócio.

como fazer um planejamento logístico

Planejamento Logístico: 5 dicas para o final de ano

As festas de final de ano são sempre momentos esperados tanto por clientes quanto por varejistas – e desde o surgimento da Black Friday, toda essa expectativa começa ainda mais cedo. Porém, para as lojas que não se preparam corretamente, a época também pode significar frustrações e até prejuízos.

É verdade que há sim um aumento na busca dos consumidores. Mas, um crescimento na procura não é sinônimo de vendas. Se o seu planejamento logístico não estiver condizente com o momento, a única coisa que acontecerá é você olhar o seu concorrente faturar mais.

Para evitar que você não caia nessa armadilha e consiga impulsionar os números da sua loja, a seguir, apresentaremos 5 ótimas dicas para a criação de um planejamento logístico para o final do ano. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

1. Crie um planejamento logístico completo

Antes de começar qualquer venda, é preciso garantir um planejamento logístico adequado para a época. Ou seja, você precisa levantar o histórico de datas anteriores e analisar quais pontos precisam ser melhorados.

A partir desta análise você saberá o que funcionou como o esperado e o que não funcionou, bem como os números de faturamento alcançados por sua empresa.

Em seguida deve ser seguido um checklist de cada item. Por exemplo, se os problemas anteriores se concentraram na falta de produtos, este ano você deve investir em um volume maior e com negociações prévias.

Se o problema foi no atendimento ou na comunicação, invista na preparação dos funcionários. Se os contratempos ficaram por conta de entregas aquém do esperado, conte com uma transportadora capacitada. E assim por diante.

2. Prepare o estoque para o final do ano

O estoque é um ponto crucial de qualquer planejamento logístico, em qualquer época. Mas, quando falamos de final de ano, ele tem um peso maior. Afinal, o melhor período para o varejo é curto e demanda o mínimo de erro.

Então, utilizando o histórico levantado, você precisa preparar o estoque com antecedência. Analise os números, faça a média do quanto vendeu e o que foi perdido em razão de um estoque defeituoso.

Busque também por dados da disponibilidade de produtos, veja quais itens apresentaram maior defasagem justamente no final do ano e se adiante nas negociações.

Mas, lembre-se: o seu estoque deve corresponder à demanda da época, mas também à demanda regular dos outros clientes.

3. Invista no aperfeiçoamento dos funcionários

Uma das armadilhas que muitos varejistas caem durante as festas de final é acreditar que o crescimento das vendas acontecerá por “mágica”. A maior parte até se preocupa com fatores como estoque e prazo, mas acabam se esquecendo de uma parte essencial: os colaboradores.

Imagine uma equipe logística que trabalha dentro de um determinado ritmo durante 11 meses do ano e, de repente, precisa duplicar esse mesmo ritmo no último mês? Sem um aperfeiçoamento técnico, dificilmente as coisas sairão como espero.

Por isso, inclua no seu planejamento logístico de final de ano o investimento em treinamento e capacitação da equipe. Os seus colaboradores precisam ser os primeiros a corresponder ao aumento da demanda.

4. Mantenha um controle de rotina completo

Como dito, as festas de final de ano contemplam um período curto, por isso é preciso que o trabalho aconteça sem erros. E para garantir, nada melhor do que melhorar o controle da rotina de trabalho.

Além de manter uma visão holística de toda operação logística, um controle mais próximo permite que você tome as melhores decisões em momentos de imprevistos.

Por exemplo, digamos que um colaborador importante se ausente em um dia primordial para as vendas ou entregas. Neste caso, você não só será capaz de substituir o funcionário de imediato, como também evitará ou minimizará qualquer efeito colateral da sua ausência.

5. Conte com uma transportadora especializada

Uma das maiores reclamações dos clientes durante as compras do final do ano é justamente a demora ou a dificuldade para receber as mercadorias adquiridas.

Isso acontece, pois: ou a logística interna da empresa não é capacitada para esse tipo de fluxo, ou a parceira contratada não tem expertise em planejamentos logísticos para festas de final de ano.

Em ambos os casos, o melhor caminho é você se adiantar e buscar uma transportadora especializada. Ou seja, uma parceira que tenha know how e experiência com entregas durante períodos de maior demanda.

Enfim, com um bom planejamento logístico e o apoio de parceiros capacitados, a tendência é que a sua empresa consiga corresponder ou superar a expectativa dos consumidores em termos de atendimento, diversidade de produtos e entrega no final de ano. Um cenário perfeito para crescer e se destacar perante a concorrência.

Conte com a RDR e garanta um planejamento logístico de sucesso neste final de ano.

tendências da logística 2022

Logística do Futuro

Hoje já se fala em logística do futuro muito por causa da internet e todas as facilidades que essa ferramenta pode trazer. Porém, a grande rede é só mais uma das inovações capazes de transformar a qualidade e a produtividade do setor.

Na verdade, a logística do futuro não se limita a ferramentas propriamente ditas. Para corresponder às necessidades dos clientes e do mercado, a mudança também precisa ser de estratégia e planejamentos. Neste momento, por exemplo, há tendências sendo lançadas e trabalhadas dentro do segmento que podem revolucionar o seu modelo de negócio.

É exatamente sobre elas que falaremos a seguir. Continue com a gente e confira exemplos de tendências reais para uma logística do futuro.

Boa leitura!

Planejamento e gestão data driven

No passado, o setor logístico sofria muito com a questão de planejamentos definidos à base da “intuição” e experiência dos gestores. Operações e grandes movimentações sendo planejadas e executadas de forma pouco analítica.

Por isso, uma tendência já trabalhada e que deve ser reforçada na logística do futuro é a gestão data driven, ou seja, uma administração orientada por dados estruturados. Um conceito de trabalho moderno, capaz de otimizar planejamentos e processos.

O data driven permite que toda tomada de decisão dentro da sua logística seja feita de forma racional, considerando dados e fatos. Claro, a experiência dos profissionais ainda será um diferencial, porém ela deverá servir como complemento e não como ponto de sustentação.

Integração dos sistemas logísticos e de transporte

Uma logística de média ou grande empresa precisa trabalhar com diferentes parceiros para desenvolver a operação em alta qualidade. São transportadoras e fornecedores que cumprem etapas específicas dentro do processo logístico.

É grande questão é que, dependendo do parceiro, esse trabalho fica bastante disperso e não há nenhum tipo de integração entre as partes. Com isso, a empresa contratante acaba não ficando atualizada em relação a serviços e resultados.

Por isso uma integração total é mais uma das fortes tendências da logística do futuro. Uma união que acontece tanto a partir de sistemas de rastreamento dos veículos quanto pelo compartilhamento instantâneo de informações.

Mais investimento em e-commerce e segurança dos dados

O e-commerce já é uma realidade há muito tempo, tendo uma crescente no faturamento a cada ano. A tendência aqui é de um cenário positivo pelos próximos anos e um investimento massivo no setor, com mais lojas virtuais surgindo e expandindo.

Porém, esse crescimento deve vir acompanhado de uma segurança de dados mais bem desenvolvida. Com a popularização da internet e a vigência da LGPD, as empresas terão que se preparar para garantir a segurança dos usuários e de suas próprias informações confidenciais.

A parte logística terá que evoluir junto, se integrando aos processos do e-commerce e executando com qualidade as etapas que acontecem dentro do setor.

Atendimento ao cliente dentro da logística do futuro

Logicamente, o grande alvo de qualquer empresa também precisa ser incluído na logística do futuro. Afinal, o cliente atual não é mesmo de alguns anos atrás, assim como não será o mesmo daqui a algumas décadas.

Sabendo disso, é dever dos gestores adaptarem atendimentos e serviços para o perfil do seu cliente. É preciso trazer ferramentas e parceiros que estejam alinhados às expectativas dos usuários.

É importante alcançar um ciclo de pedidos bem estruturado a fim de garantir que dificuldades que existem atualmente, como falta de comunicação e atraso nas entregas, sejam minimizados ou completamente superados em um futuro próximo.

Reforço do investimento em transformação digital

Todas as tendências citadas até aqui só serão possíveis na logística da sua empresa se houver um pré direcionamento à transformação digital. A logística futuro sempre corresponderá às necessidades e novidades do mercado, e elas mudam constantemente.

Ao estar alinhada à transformação digital, a sua logística se encontrará sempre preparada para tais mudanças, buscando parceiros e soluções que “conversem” com cada cenário de maneira completa.

Claro que esse tipo de mentalidade precisa começar de cima para baixo. É a gestão principal que deve dar o pontapé inicial e incentivar os líderes de cada setor a trabalhar o conceito dentro das equipes.

Enfim, seguindo essas dicas e acompanhando as atualizações que surgem no mercado, a sua empresa certamente estará preparada para a logística do futuro. Mas, as mudanças já devem acontecer a partir da agora: cabe avaliar transportadoras, parceiros e sistemas para identificar se todos correspondem a essa nova realidade do mercado.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e entenda agora as razões de investir em uma logística sustentável.

tendências logística 2022

Habilidades do profissional de logística do futuro

Cada vez mais as empresas investem na contração de um profissional de logística do futuro para fazer frente às inúmeras mudanças do setor e atender melhor às necessidades das próprias instituições e dos seus clientes.

Porém, esse tipo de estratégia gera alta expectativa em cima desses profissionais, que precisam desenvolver certas habilidades para serem efetivos em manter suas empresas competitivas. Resiliência, raciocínio lógico, entre outros: é preciso trabalhar diferentes competências no dia a dia.

Quer entender mais sobre isso e conhecer outras habilidades essenciais de um profissional de logística do futuro? Então, continue lendo e confira o nosso artigo completo sobre o assunto.

Boa leitura!

Quais habilidades são importantes para um profissional de logística do futuro?

Como dito, embora bastante requisitado no mercado, um profissional de logística do futuro precisa apresentar algumas competências para corresponder a todas as expectativas das empresas.

Para ajudar, separamos algumas habilidades essenciais que você já pode trabalhar a partir de hoje. Confira!

Resiliência

Ser resiliente é manter a produtividade e a inteligência emocional mesmo em circunstâncias totalmente desfavoráveis. É ser profissional e buscar sempre o equilíbrio no ambiente de trabalho. Um profissional de logística do futuro precisa ter o completo domínio dessa competência.

Principalmente pelo fato de a logística ser um setor que pode sofrer mudanças repentinas por causa de fatores macroambientes – clima, economia, política etc. Ser resiliente ajudará você a encontrar novas soluções em qualquer destes cenários.

Visão holística

A logística é um setor interligado a quase todas as áreas de uma empresa. Portanto, um profissional de sucesso precisa ter noção e entender esse gerenciamento de ponta a ponta. É necessário ter uma visão holística para estar sempre à frente de toda situação.

A visão holística é o panorama completo. Ela inclui a compreensão do próprio trabalho e o entendimento de como ele afeta os demais processos da empresa para garantir a satisfação do cliente.

Adepto à inovação

A logística sempre foi um setor que utilizou as tecnologias para melhorar seus processos rotineiros. Ainda assim, há gestores que apresentam resistência quando o assunto é inovação. Há sempre um receio em termos de mudança.

Um profissional de logística do futuro não pode ter esse tipo de pensamento. É essencial uma predisposição para o uso de invoções visando sempre o aperfeiçoamento de processos. Mais do que isso: um profissional do futuro precisa ser capaz de pensar sistematicamente e propor novas soluções para resolver os problemas que surgirem.

A comunicação com novos parceiros e o investimento em novos aprendizados também são fundamentais

A gerência logística não se limita às paredes da sua empresa. Um profissional do futuro também deve saber se cercar de parceiros competentes, comprometidos e que trabalham dentro da mesma linha de valor.

Saber avaliar e escolher, por exemplo, transportadoras capazes de atender todas as necessidades da sua empresa e facilitar uma entrega de qualidade para o seu cliente final deve fazer parte da sua cartilha.

Assim também deve acontecer na escolha dos fornecedores, que precisam ser parceiros que não só ofereceram produtos de qualidade, mas também cumpram com os prazos e o volume esperados por sua empresa.

Mas, para adquirir toda essas expertises é preciso se preparar. Afinal, a logística é muito dinâmica, e os profissionais que desejam aproveitar todas as oportunidades precisam priorizar:

Cursos de especialização: pode ser na própria área de logística ou em tópicos relacionados, por exemplo: gestão de projetos, Supply Chain, gestão de pessoas, entre outros. O importante é investir sempre em novos conhecimentos.

Aprendizado de novos idiomas: o mundo está globalizado e a logística é um dos setores que mais conectam pessoas e empresas. Você deve estar preparado para se comunicar com qualquer parceiro ou cliente;

Aprendizado técnico: não basta ser um simpatizante à inovação, é preciso saber manuseá-la no dia a dia. Reforce o seu conhecimento técnico e se torne um expert em ferramentas importantes para execução logística;

Investimento em uma logística mais sustentável: A visão do mundo mudou em relação à sustentabilidade, e a logística precisa cada vez demonstrar que também faz parte dessa mudança.  Um profissional do futuro já precisa entrar no mercado com essa visão pronta.

Enfim, essas são algumas das habilidades que um profissional de logística do futuro precisa apresentar para se destacar no mercado e atender clientes cada vez mais conscientes e exigentes. Porém, é importante entender que o “futuro” já está acontecendo. Nesse sentido, quanto mais rápido você se adapta, maior tende a ser a vantagem competitiva da sua marca.

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida sobre as habilidades apresentadas? Deixe o seu comentário.