tipos de armazenagem logistica

Saiba o que é armazenagem flow rack

Mesmo sendo um setor de alta intensidade, a logística proporciona diversas oportunidades de melhoria e aperfeiçoamento de processo. Um ótimo exemplo é a armazenagem flow rack, uma estratégia que não só traz mais versatilidade, com também maior segurança para o dia a dia da empresa.

Afinal, um dos principais entraves de muitas rotinas logísticas é o controle de validade e condições das mercadorias estocadas. E uma estratégia como a armazenagem flow rack otimiza justamente essas etapas, melhorando o trabalho das equipes, bem como os lucros da empresa.

Mas, o que, de fato, é a armazenagem flow rack? Para responder essa pergunta, preparemos este artigo com os principais pontos sobre o assunto. Confira.

Boa leitura!

O que é a armazenagem flow rack?

Basicamente, a armazenagem flow rack é uma estratégia de aprimoramento do processo de estocagem. Não só isso, é uma verdadeira ação de integração, que consegue trazer o mesmos resultados para a expedição de produtos.

A partir do uso de esteiras para a movimentação das caixas e uma posição estratégica das estantes, a armazenagem flow rack permite um processo mais dinâmico dentro do estoque, ao mesmo tempo em que favorece métodos como o FIFO (First In, First Out).

Como a armazenagem flow rack funciona de forma prática?

Como dito, para que a estratégia funcione na prática, é preciso uma estrutura que permita maior dinamicidade. Duas ferramentas são essenciais: as estantes (racks) com aberturas em todos os lados e os roletes que possibilitam a movimentação das mercadorias justamente em cima dessas estantes.

A partir daí, quando a carga entra no armazém, é atribuída a prateleiras específicas. Já dentro da estrutura, a peça desliza para o ponto oposto, formando uma fileira. Quando um insumo é retirado, o próximo material toma seu lugar, mantendo a ordem do primeiro entrando e saindo primeiro.

É um sistema ideal para empresas com uma grande diversidade de produtos, principalmente aquelas com mercadorias perecíveis. Quanto mais bem implementado o armazenamento de flow rack, menores são os números de perda por validade ou avaria.

Quais são as vantagens desse método de armazenamento?

Como uma estratégia de otimização de processo, logicamente, o armazenamento flow rack é capaz de trazer diferentes vantagens para a sua empresa. Confira, abaixo, algumas das principais.

Garante a integridade física das mercadorias

Um dos processos em que mais acontecem avarias nos produtos é justamente a armazenagem. Por serem alocadas e manuseadas de maneira incorreta, muitas vezes em razão de uma estratégia pouco eficiente, diversas mercadorias acabam sendo avariadas e descartadas precocemente.

Com uma movimentação simples e pré-definida na armazenagem flow rack, o risco de colisões ou quedas diminui consideravelmente. É maior segurança tanto para as cargas quanto para os operadores.

Melhora a eficiência da expedição dos pedidos

Um dos segredos de sucesso de toda logística é quando a armazenagem consegue facilitar o processo de expedição. Com a saída de produtos acontecendo de forma mais fluída, a operação tende a melhorar automaticamente.

A estratégia flow rack cumpre com perfeição esse objetivo. Com o posicionamento estratégico das cargas nos racks, tanto a localização de produtos quanto a expedição ficam muito mais práticas e eficientes.

Otimiza a linha de produção

Em razão das peças e materiais deslizarem de forma ordenada, a área de produção passa a receber insumos de acordo com suas necessidades. Desta forma, a atividade não é interrompida ou atrasada por contratempos na armazenagem.

É um processo de desenvolvimento completo, em que a otimização já começa desde o recebimento da mercadoria, seja matéria-prima ou produto final, e segue por toda linha de produção.

Redução os custos da sua empresa

Logicamente, se há menor incidência de avarias, a sua empresa passa a reduzir os custos com o descarte precoce de produtos. Não só isso, a estratégia flow rack possibilita uma otimização que, em médio prazo, resulta em aumento de lucros.

Em outras palavras, as equipes se tornam mais eficientes, os seus clientes têm à disposição mais mercadorias e a sua empresa passa a vender mais.

Enfim, a armazenagem flow rack é uma prática essencial para toda empresa que deseja melhorar os seus números de estoque. Outra ótima dica é fechar parcerias com transportadoras e fornecedores que já trabalham com esses sistemas de otimização, garantindo assim que a operação se mantenha em alto nível por todas as etapas.

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e conheça algumas das principais tendências da logística do futuro.

dicas de armazenagem logística

Armazenagem: Saiba qual escolher para sua empresa

A armazenagem não só é uma das atividades mais complexas, como também é uma das mais importantes da logística. Um trabalho bem-sucedido aqui ajuda a garantir bons retornos financeiros, assim como uma atividade mal desenvolvida pode trazer grandes prejuízos.

Para evitar surpresas e garantir que tudo ocorra como planejado, é essencial trabalhar de acordo com as necessidades e especificidades da sua empresa e dos produtos adquiridos. Ou seja, é você decidir pelo tipo correto de armazenagem.

Não conhece todos os modelos de armazenagem ou está em dúvidas sobre qual é o ideal para a sua empresa? Não se preocupe, neste artigo explicaremos cada um deles e daremos dicas sobre o que avaliar na hora da escolha. Continue com a gente e saiba mais!

Os principais modelos de armazenagem

Para que a armazenagem traga os resultados esperados, não basta escolher um local aleatório e colocar a mercadoria. O espaço para alocação deve oferecer facilidade para a realização de todas as atividades inerentes ao armazenamento, por exemplo:

Mas como cada empresa tem suas próprias necessidades, a armazenagem é classificada em modelos. Escolhendo o tipo correto, você tem à disposição os benefícios exatos que o seu negócio precisa, principalmente na questão financeira.

Enfim, conheça os 3 principais modelos de armazenagem e como cada um funciona.

Armazenagem própria

Na Armazenagem própria a empresa se preocupa com toda a gestão da atividade. Ou seja, ela que escolhe e gerencia o armazém, bem como toda logística que acontece dentro dele. Os colaboradores que trabalham no galpão também são de responsabilidade da empresa.

Entre as principais vantagens desse modelo estão à flexibilidade para mudanças e a padronização dos serviços. Por ser a gestora principal, a empresa pode realizar intervenções pontuais no galpão e implementar o seu padrão na execução das atividades.

Por outro lado, é o tipo mais custoso. Tendo em vista que tudo é gerenciado por um único agente, os gastos ficam concentrados. Além disso, a empresa ainda tem que investir em treinamentos e equipamentos para que os processos se desenvolvam com qualidade.

Armazenagem terceirizada

A Armazenagem terceirizada é praticamente o oposto do primeiro modelo. Aqui, todo o gerenciamento do espaço é realizado por uma parceira, desde a contratação de funcionários até a aquisição de equipamentos.

Atualmente, esse é o tipo mais escolhido. Com o intuito de diminuir os gastos, principalmente, com mão de obra, as empresas repassam a responsabilidade de gestão para negócios especialistas.

Ainda que você não possa imprimir, de fato, o seu padrão de trabalho, na Armazenagem terceirizada o serviço é desenvolvido por uma empresa com experiência no assunto. Ou seja, a alta eficiência ainda será um fator central.

Armazenagem contratada

Se os dois primeiros modelos podem ser vistos como polarizados, a Armazenagem contratada é o meio-termo. Aqui, a empresa ainda entra com a mão de obra para executar as atividades, mas a manutenção do galpão é de responsabilidade de um terceiro — geralmente do dono do espaço.

A Armazenagem contratada não é tão vantajosa em termos de custos, porém, se a sua empresa deseja focar no core-business e evitar preocupações com questões secundárias, como limpeza, manutenção e segurança do espaço, ela passa a ser uma boa opção.

O que avaliar na hora da escolha

Agora que você já conhece os modelos de armazenagem, saiba o que considerar na hora de escolher o melhor para a sua empresa.

Necessidade de espaço

Dependendo do tipo de mercadoria movimentada por sua empresa, nem sempre o espaço disponível é o ideal para o seu negócio. Ainda que você conte com um armazém próprio, ele pode não atender a sua demanda.

Por isso, analise o layout de armazenagem que você precisa para adequar as suas mercadorias — mezanino, rack, flow rack etc. Essa é a melhor forma para não correr risco de avarias e desperdícios durante a execução das atividades.

Gastos financeiros

Como explicado, cada modelo de armazenagem demanda diferentes custos. Se a sua empresa dispõe de um alto valor financeiro, a Armazenagem própria é uma ótima escolha, pois permite maior liberdade e padronização no dia a dia.

No entanto, é interessante analisar a situação em médio e longo prazo. Avalie se no caso de mudanças bruscas do mercado, você conseguirá manter o alto padrão de qualidade dentro desse modelo.

Expertise da mão de obra

O preparo dos colaboradores é primordial para que a atividade logística aconteça da forma correta. Nesse sentido, contar com uma parceira especializada pode ser o melhor caminho para que o trabalho seja implementado com mais eficiência.

No entanto, se você tem plena confiança na capacidade da sua equipe e não quer se preocupar com outros fatores, a Armazenagem contratada tende a ser a escolha natural.

Enfim, você já sabe o quanto o trabalho de armazenamento impacta na cadeia logística. Por essa razão, escolher o modelo ideal de armazenagem pode ser o diferencial de sucesso para o seu negócio, garantindo que você obtenha o retorno esperado em cada investimento feito na aquisição de mercadorias. Então, analise as informações apresentadas e tome a melhor decisão para a sua empresa.

Gostou do artigo? Que tal agora conferir algumas dicas de como organizar o seu estoque logístico?