Logística 4.0

Com o surgimento de novas necessidades, o mercado sempre evolui para atender as demandas e suprir todas as carências dos clientes. Hoje, presenciamos a logística 4.0, um conceito que foca na maior participação da tecnologia na execução dos processos.

Todo gestor que deseja elevar a qualidade dos serviços da sua empresa deve entender como funciona o conceito 4.0 e qual a melhor maneira de adaptá-lo ao dia a dia da organização. Do contrário, ele corre o risco de perder vantagem competitiva e até mesmo comprometer a continuidade do negócio.

Então, para que a sua empresa não fique para trás, preparamos este artigo com as informações mais relevantes sobre a logística 4.0. Continue com a gente e saiba mais!

O que é a logística 4.0?

Para que o conceito da logística 4.0 possa ser explicado e entendido corretamente, é essencial discorrermos sobre a história da indústria mundial. Acompanhe.

Com a mecanização de parte do trabalho e o surgimento das primeiras máquinas no século XVIII, o mundo assistia a primeira grande revolução industrial. No século seguinte, com o desenvolvimento da linha de montagem e a descoberta da eletricidade, a produção em massa foi implementada, dando início à segunda revolução industrial.

Em meados do século XX, com a evolução da ciência e a criação de soluções históricas como a robótica, computadores e a internet, a terceira revolução da indústria estava concretizada, colocando de vez a automatização como parte dos processos.

Agora, com a globalização e o significativo avanço tecnológico, entramos na indústria 4.0. O termo que surgiu na Alemanha, aponta para uma sincronização entre computadores e profissionais, com todos os processos conectados e setores integrados, permitindo que as máquinas operem de maneira independente e otimizem ao máximo as operações.

Logística 4.0

A logística 4.0 é basicamente a reposta do setor para se adequar a realidade 4.0. Em outras palavras, é um conceito de trabalho dentro do segmento logístico que prima pela utilização de soluções inteligentes e pelo estudo de dados e informações reais para a tomada de decisões – privilegiando a visão analítica dos profissionais no lugar de “intuições”.

Ferramentas como big data, internet das coisas e machine learning são integradas aos processos das empresas a fim de garantir maior eficiência nos serviços oferecidos e diminuição no desperdício de recursos.

No entanto, a logística 4.0 não se limita a implementação de novas tecnologias. O conceito também foca na mudança de cultura empresarial, direcionando as empresas para uma gestão mais moderna, que privilegia a inovação tecnológica e coloca o cliente como o ponto central de qualquer planejamento.

No geral, a logística 4.0 é uma adaptação à nova realidade, na qual a tecnologia faz parte do dia a dia da sociedade e os clientes buscam e compram serviços e produtos sem precisar sair de casa.

Quais os benefícios da implantação da logística 4.0?

Sendo um conceito que visa à otimização de processos e a elevação da qualidade dos serviços, a logística 4.0 traz diversos benefícios para as empresas que a adota.

Aumento de produtividade

O aumento de produtividade é um dos principais objetivos da Logística 4.0. Tendo a integração de setores e processos como um dos seus pilares, o modelo 4.0 incentiva as empresas a compartilharem informações e dados de maneira inteligente.

Com isso, atividades que antes demoravam horas ou até dias em razão de informações atrasadas, passam a ser realizadas de maneira contínua, melhorando todo o fluxo da cadeia logística.

Facilita a tomada de decisões

Como dito, o investimento em tecnologia permite que a empresa utilize softwares e soluções inteligentes para implementar a análises dos processos.

Assim, o gestor passa a contar com dados concretos e reais sobre os serviços desenvolvidos por cada equipe, facilitando a sua tomada de decisões. Além disso, um monitoramento analítico melhora substancialmente outros fatores, tais como:

  • montagem de planejamentos;
  • fornecimento de insights;
  • definição de métricas;
  • criação de estratégias.

Redução de custos

Na logística 4.0 a redução de custos acontece de diferentes formas. Por exemplo, com o compartilhamento de informações, há um maior controle sobre a manutenção dos veículos. É possível adotar o modelo preditivo ou mesmo preventivo a fim de garantir maior eficiência da frota.

Além disso, a burocracia no fluxo de informações é menor, otimizando a execução de serviços e diminuindo a taxa de erros, evitando o desperdício de recursos. A implementação de sistemas inteligentes também promove redução de perdas no estoque e armazenamento de mercadorias, tanto em termos de validade quanto de avarias.

Ou seja, quando uma empresa adota o conceito 4.0, ela transforma por completo a sua gestão tornando os processos mais eficientes e menos custosos.

Aumento da satisfação dos clientes

Além de também ser um dos pilares da 4.0, o aumento da satisfação do cliente é uma consequência natural dentro de uma filosofia de otimização.

Com diferentes tecnologias sendo implantadas, mudanças organizacionais sendo realizadas e uma gestão que prima pelo estudo de dados, o aumento de qualidade nos serviços é um resultado automático.

Nessa nova realidade, a empresa passa a conhecer melhor os seus clientes e entregar serviços que atendam, de fato, suas expectativas.

Como o gestor deve se preparar para as mudanças 4.0?

Agora que você já entendeu o conceito e as vantagens da logística 4.0, saiba como se preparar para desenvolver esse conceito na sua empresa.

Mudança no conceito de gestão

Como explicado, a logística 4.0 é mais uma das várias revoluções surgidas na história da humanidade. Porém, assim como no passado, só conseguirá se adaptar e se destacar no mercado quem apresentar evolução na maneira de gestão.

É preciso superar ideias retrógadas e limitas, e adotar uma filosofia de inovação. O gestor 4.0 é aquele que se mostra disposto a trabalhar com novas tecnologias e entende que a integração é uma das chaves para otimizar a rotina de suas equipes.

Por isso, antes de qualquer medida prática, é preciso trabalhar a sua visão como profissional, garantindo que estará pronto para extrair o melhor de todas as mudanças necessárias dentro desse novo cenário.

Capacitação e aperfeiçoamento de habilidades

Com tantas mudanças e implementações, é normal que durante o processo surjam dúvidas e incertezas. A renovação estrutural e tecnológica não acontece rapidamente, o gestor precisa estar preparado para cada passo.

Em outras palavras, independentemente do tempo de experiência no mercado, é vital um investimento em capacitação e aperfeiçoamento de habilidades. Sem o conhecimento correto, os novos investimentos não serão nada mais que uma folha em branco.

Contratação de parceiros especializados

Imagine que a sua empresa invista em inúmeras inovações e tanto você, gestor, quanto as equipes de trabalho estejam preparados para trabalhar dentro da logística 4.0, mas na hora de contar com parceiros eles se mostram avessos a essa realidade. Nesse sentido, todo o seu planejamento corre grande risco de ser comprometido.

Para evitar esse tipo de situação, priorize empresas que abracem o conceito de inovação em suas gestões. Seja na distribuição, entrega ou produção, conte com a participação de marcas que demonstrem expertise no assunto e preparo adequado.

Enfim, a logística 4.0 já é uma realidade, e toda empresa que deseja se destacar precisa entender e desenvolver esse conceito em suas atividades. E como salientado no decorrer no texto, não basta implementar soluções tecnológicas, é preciso modelar a gestão empresarial a fim de melhorar a qualidade dos processos e oferecer serviços que estejam acima das expectativas dos clientes.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *