Almoxarifado: 5 dicas de organização

Um almoxarifado parado, com mercadorias vencidas ou avariadas, é tudo que o seu negócio não precisa. É por isso que cada vez mais o conceito de inovação no setor de compras e logística em geral deve ser abraçado e praticado no dia a dia.

A verdade é que os produtos encontrados no almoxarifado representam uma parte do investimento da sua empresa. Quando você não consegue administrá-lo corretamente, basicamente está jogando dinheiro fora. É uma questão lógica, mas muitos gestores ainda não conseguem fazê-lo sem contratempos.

Por isso, se você está com dificuldades em trabalhar o estoque da sua empresa de maneira otimizada, continue com a gente e confira 5 dicas de organização para o almoxarifado.

Boa leitura!

1. Defina um esquema para organização das mercadorias

Um almoxarifado pode ser bastante diversificado em termos de produtos. Então, para garantir o máximo aproveitamento, é fundamental definir um esquema prévio de organização. Ou seja, a forma como os colaboradores irão armazenar e movimentar as mercadorias.

Por exemplo, os produtos perecíveis de data curta. Nesse caso, o PEPS (Primeiro que entra, Primeiro que sai) é um bom esquema de organização a ser aplicado. Com isso, você garante que nenhum item seja perdido em razão da validade.

Outro método interessante é a armazenagem por categoria similar. É uma prática que facilita tanto a identificação visual dos produtos quanto a padronização dos mesmos.

2. Realize novas compras considerando o histórico de movimentação de mercadorias

A inovação no setor de compras não deve ser apenas em termos tecnológicos, mas também na forma de gestão e execução dos processos. Sem um trabalho inteligente da área, a organização do almoxarifado se torna bem mais difícil.

Para evitar contratempos e desperdícios, os compradores devem sempre considerar o histórico de cada produto, pois o grande erro de muitos gestores é permitir que novas aquisições sejam realizadas baseadas apenas nos números do último volume.

Isso é um equívoco, pois fatores externos podem contribuir para que um produto tenha um fluxo maior de forma momentânea, por exemplo:

  • flutuação de mercado;
  • sazonalidade;
  • promoções.

Esses e outros eventos podem trazer uma realidade ilusória, incentivando o setor de compras a adquirir um volume desnecessário. A consequência passa a ser um almoxarifado abarrotado e com grandes riscos de perda de produtos.

3. Trabalhe com inventário no seu almoxarifado

Na parte de compras e logística, o inventário é um recurso utilizado para manter o controle correto sobre os produtos no estoque da empresa. Com ele, é possível organizar e trazer números reais em relação aos itens armazenados.

Sem o inventário, a inovação no setor de compras e recebimento pode não acontecer de maneira correta, pois podem surgir números irreais, como estoques flutuantes, que atrapalham as tomadas de decisões.

Também é essencial contar com profissionais treinados e capacitados para desenvolver as ações de inventário. Caso a sua empresa encontre dificuldades, é possível contratar especialistas para a realização do processo – uma contagem errada pode prejudicar bastante o desempenho do seu negócio.

4. Conte com bons fornecedores e transportadores

Na logística, nenhuma empresa consegue desenvolver um trabalho diferenciado de maneira solitária. Fornecedores e transportadoras devem fazer parte do dia a dia e serem considerados durante a criação de planejamentos e estratégias.

Mas para garantir a máxima qualidade, é importante escolher parceiros que também abracem o conceito de inovação no setor de compras e na logística como um todo. Relacionamentos com empresas que investem em gestões mais atualizadas tendem a ser mais fáceis e produtivos.

O controle de almoxarifado só tem a ganhar, com produtos sempre no nível desejado e entregas realizadas dentro do prazo esperado.

5. Adote a inovação no setor de compras e armazenamento

Falando em inovação, é preciso garantir que, de fato, a sua empresa coloque o conceito em prática rotineiramente. Contar com ferramentas inteligentes e trabalhar um modelo organizacional dentro da realidade atual do mercado são fatores fundamentais para o sucesso da sua marca.

Em termos tecnológicos, os softwares de gestão são as melhores opções para uma integração completa entre o setor de compras, de armazenamento e o de distribuição. Com informações centralizadas, há maior dinamização na definição e execução dos processos, facilitando o trabalho das equipes de todos os setores.

Mas isso não é o bastante. A gestão deve entender que a adaptação à transformação digital não se resume a implementações de ferramentas aleatórias, mas também no trabalho diário de capacitação de pessoal, estudo de mercado, análise interna, entre outros.

Um controle completo e otimizado do almoxarifado é um dos benefícios diretos da inovação no setor de compras e outros departamentos da sua empresa. A partir dessas dicas, você será capaz de resolver problemas como falta ou abarrotamento de estoque, perdas por validade e avarias, e falhas no recebimento e entrega de produtos.

Gostou das dicas apresentadas? Deixe a sua opinião nos comentários para acrescentar mais informações sobre o assunto ou tirar alguma dúvida.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *