Marketing e Dados: Entenda como eles podem transformar o seu negócio

Com certeza você já ouviu a frase: “A informação tem poder!” É um conceito antigo que aponta para a importância da extração e do estudo de informações. Porém, hoje, com a transformação digital, a relevância dos dados foi elevada ao máximo. E o marketing das empresas precisa estar consciente disso.

A cada dia é gerado um volume incontável de dados na internet, muitos deles de usuários a procura de serviços e produtos específicos. Essa nova realidade trouxe para o marketing empresarial uma responsabilidade ainda maior em conectar as necessidades dos clientes com os objetivos das instituições.

Quer entender melhor a relação entre marketing e dados? Continue lendo o nosso artigo e conheça os pontos mais importantes sobre o assunto.

Boa leitura!

 

Qual a importância da coleta de dados para as empresas?

Como explicado, a extração de informações sempre foi uma prática do mercado. Porém, a internet e a transformação digital elevaram muito o nível de importância desse tipo de atividade.

O acesso massivo à internet transformou o perfil do cliente do século XXI. Hoje, muitos usuários buscam mais por atendimentos, produtos e serviços personalizados do que propriamente preços abaixo da média.

É exatamente a descoberta dessas novas necessidades que torna a coleta de dados uma tarefa tão importante. A partir de um trabalho analítico, as empresas conseguem identificar as carências no mercado e desenvolver produtos e serviços que estejam dentro das expectativas.

Porém, ao mesmo tempo em que há uma abundância de dados, também há um crescimento de marcas. Ou seja, cada minuto que o seu empreendimento deixa de captar e analisar informações, ele abre possibilidades para a concorrência sair na frente na preferência dos clientes.

Qual é o papel do marketing?

Como um setor que lida diretamente com a reação do público, o marketing das empresas tem um papel de protagonista na era digital. Além de identificar as necessidades do público, ele precisa trabalhar em soluções reais para esses fatores.

A análise de dados torna esse processo mais plausível e dentro de uma taxa menor de erros. Todavia, mesmo em empresas que já adotam a transformação digital em suas gestões, é necessária uma organização no trabalho de coleta por parte do departamento de marketing.

A própria quantidade de dados gerados, por vezes, pode ser uma armadilha. Sem definições claras sobre as metas e objetivos, corre-se o risco de atrasos e criação de estratégias pouca efetivas.

Muito mais do que extrair informações, deve-se definir a forma correta da utilização. Em outras palavras, antes de iniciar a coleta e análise dos dados, o marketing precisa ter respostas para perguntas como:

  • Qual é o meu público alvo?
  • O objetivo é atração ou retenção?
  • Qual etapa do funil vamos trabalhar?

Assim, é possível filtrar as informações válidas, descartando ou direcionando aquelas que não se encaixam dentro da estratégia. Ou seja, como protagonista, o marketing deve não ser só eficaz na extração e utilização de dados, mas também um exemplo para os outros setores de uma empresa.

Como implementar uma cultura de coleta de dados?

Para que a coleta seja desenvolvida com maior eficiência, é interessante que a empresa trabalhe com uma cultura direcionada a essa atividade. Mas, como implementar uma cultura de dados? Confira.

Engaje os colaboradores

Sem a participação dos funcionários nenhuma estratégia empresarial consegue surtir o efeito esperado. É fundamental que os líderes de equipe condicionem seus liderados a fornecer dados importantes para os projetos da empresa.

Um trabalho diário de incentivo à autonomia dos profissionais, bem como o desenvolvimento de uma comunicação próxima são importantes para alcançar o engajamento necessário.

Crie uma estratégia clara e simples

Para facilitar o dia a dia dos membros das equipes é interessante definir estratégias claras e de simples entendimento. Estabeleça regras e nomes para que a coleta de dados aconteça de forma organizada e natural.

Conte com as ferramentas certas

Toda tecnologia gera dados, mas nem toda consegue coletar ou armazenar essas informações. Por isso, é imperativo contar com ferramentas que façam a extração, o armazenamento e compartilhamento das informações para o marketing.

Enfim, a análise de dados é algo intrínseco ao marketing das empresas. Porém, hoje, com uma geração de informações cada vez maior, o departamento desempenha um papel diferenciado não só para conectar clientes e empresas, mas também impulsionar a performance de outras áreas, como o setor de compras, atendimento e logística.

Para entender mais sobre a transformação digital na logística, confira o nosso artigo sobre a Logística 4.0.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *