Embarcador: Saiba o que analisar ao escolher uma transportadora

Garantir os melhores serviços a custos realistas é o objetivo de todo embarcador. Pois, ao ser bem-sucedido, ele consegue garantir o escoamento da produção e a entrega dos pedidos dos clientes dentro dos prazos definidos.

Mas como utilizar recursos próprios encarece bastante o orçamento, o melhor caminho é contar com transportadoras capacitadas e de alta eficiência produtiva. No entanto, o que um embarcador deve analisar antes de escolher uma transportadora?

Para facilitar o seu trabalho, criamos este artigo com dicas sobre o assunto. Continue lendo e saiba o que deve ser analisado dentro de um planejamento para a escolha de um parceiro de transporte. Boa leitura!

 

Análise de necessidades da empresa

As primeiras informações que você deve levantar, enquanto embarcador, são sobre as necessidades do seu negócio. Uma análise detalhando qual tipo de perfil deve ter a transportadora para atender as demandas da sua empresa. É possível colocar diferentes fatores, por exemplo:

  • expertise da transportadora no setor;
  • capacidade de transporte;
  • prazos de entrega;
  • valores.

Esse levantamento é importante para que você consiga realizar uma triagem. Se o parceiro não corresponde as suas expectativas iniciais, então não há razão para manter uma negociação.

Afinal, o transportador tem papel fundamental no relacionamento com o seu cliente. Se ele não se encaixa no perfil que o seu público-alvo espera, essa imagem acaba refletindo no seu negócio.

 

Experiência e histórico da empresa

Com uma segmentação realizada, o passo seguinte é conhecer melhor a empresa postulante. A operação em que a carga passa do embarcador para o transportador pode ser bastante complexa, por isso é imperativo que a transportadora tenha conhecimento no assunto.

O melhor caminho é pesquisar sobre o histórico da empresa e o que o mercado fala sobre a sua atuação. Há vários pontos que você pode analisar, mas alguns dados não podem ficar de fora, tais como:

  • qualificações e especialidades da empresa;
  • nível de satisfação de clientes anteriores;
  • tempo de atuação.

 

Eficiência no atendimento ao cliente e parceiro

Um ponto essencial que muito embarcador negligencia na hora de avaliar uma transportadora é o nível de atendimento da parceira. Embora a execução do serviço seja importante, um atendimento defeituoso também pode trazer grandes prejuízos.

A transportadora é o agente que faz a entrega para o seu cliente final. Caso haja algum imprevisto durante a operação, pode ser que o usuário entre em contato não com a sua empresa, mas com a transportadora.

Se o atendimento oferecido for aquém do esperado, a sua empresa corre o risco de perder um ou mais clientes. É um ponto que não pode ser ignorado, sendo necessário avaliar:

  • canais de comunicação disponíveis;
  • tempo de atendimento;
  • facilidades de contato.

Claro, também analise o nível de execução dos serviços, bem como cumprimento de prazos e qualidade das ferramentas.

 

Informações sobre a frota e equipe de trabalho

Uma transportadora não pode oferecer um serviço de excelência sem uma equipe preparada e equipamentos de primeira linha, incluindo os veículos de carga.

Como embarcador, você deve solicitar informações pertinentes sobre a frota a fim de constatar a eficiência dos veículos em relação às necessidades do seu negócio. Verifique fatores como:

Não obstante, se informe sobre a capacidade técnica da equipe de trabalho. Pesquise se a empresa adota uma política de aperfeiçoamento profissional constante, mantendo as equipes atualizadas sobre as principais inovações, tendências e obrigatoriedades do setor.

 

Adoção de tecnologia

A aplicação de tecnologia sempre foi uma realidade dentro do setor logístico. Tanto a adoção de ferramentas quanto a automatização de processos são ações fundamentais para que as empresas consigam atender corretamente as necessidades dos clientes.

Por isso, não deixe de analisar se a transportadora adota soluções tecnológicas em seus processos. E essa análise deve considerar todos os estágios da cadeia logística, afinal, como vimos, o trabalho da transportadora pode ter grande impacto no relacionamento com o seu cliente.

Além disso, empresas que abraçam a tecnologia tendem a reduzir seus índices de erros, controlar os custos e otimizar a produtividade. Isso é excelente não só em termos de execução de serviços, mas também na negociação de preços.

 

Transparência nas informações com o embarcador

Para que as partes tenham sucesso, a relação entre embarcador e transportadora deve ser sempre transparente. É preciso que haja uma troca de informações direta e constante sobre todos os detalhes da operação.

Você deve verificar se a transportadora trabalha com compartilhamento de informações, permitindo que o embarcador consiga acompanhar o trajeto da mercadoria. A ação também é interessante para que a sua empresa mantenha o cliente informado, atualizando o status da entrega.

É fato que contratar serviços de outra empresa não é tarefa simples. Só é preciso uma decisão errada para comprometer o planejamento e o faturamento de um ano inteiro. Porém, ao seguir as dicas apresentadas, você forma uma base sólida para fazer a melhor escolha, garantindo eficiência nas entregas e qualidade em todo o serviço.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *