Blockchain na Logística: Entenda essa realidade

Basicamente, o Blockchain na logística é o uso da tecnologia, que foi essencial para o sucesso das moedas virtuais, no dia a dia de uma empresa do setor. Afinal, como a maioria das ferramentas tecnológicas de alto padrão, o Blockchain se mostrou eficiente para diferentes áreas.

Na logística, especificamente, a tecnologia está sendo essencial para o fortalecimento da segurança das informações, bem como para o aumento da qualidade operacional. Com o objetivo de obter vantagem competitiva, muitas marcas já abraçaram de vez a solução.

Quer entender melhor a tecnologia Blockchain e como ela pode ser vantajosa para a sua empresa logística? Então, continue lendo confira este artigo completo sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é o Blockchain?

Como mencionado na introdução, o blockchain é uma tecnologia que esteve, por muito tempo, ligado ao Bitcoin (moeda virtual).

Trata-se de um livro de registro público e virtual que guarda todo tipo de informação. O grande detalhe é que o Blockchain é uma tecnologia de registro imutável, ou seja, é impossível mudar o dado adicionado – por isso a solução é considerada uma das mais seguranças do mundo em relação ao armazenamento de informações.

Uma vez inseridos e validados, os dados são submetidos a uma sequência de criptografias impossíveis de serem quebradas. O processo de validação do Bitcoin é tão complexo que, ao se mostrado como um desenho, assemelha-se a blocos de correntes – por isso a ferramenta recebe esse nome.

Como funciona o Blockchain na logística?

Apesar de ter nascido como uma ferramenta de apoio no setor financeiro, o Blockchain já foi utilizado por diversos segmentos. Por ser um serviço de domínio público, ele permite transações sem a necessidade de regulamentações, e isso é bastante vantajoso.

Graças à possibilidade de gravação de dados por computadores privados e compartilhados, a tecnologia se mostrou de grande valor para o setor logístico, permitindo mais agilidade e segurança nas operações.

Vamos a um exemplo do funcionamento do Blockchain na logística.

Imagine uma operação de entrega em que a coleta da mercadoria seja feita na região Sul e a entrega na região Centro-Oeste. Além disso, para qualificar o serviço e diminuir os gastos, o embarcador contrata uma transportadora especializada. Nesse ponto, já teríamos três agentes diferentes: o embarcador, a transportadora e o recebedor.

Para que a operação inicie, muitas informações precisam ser repassadas e acordadas, por exemplo:

  • características da carga;
  • tipo de transporte;
  • valor de taxas.

É necessário que cada participante esteja ciente das informações e de suas responsabilidades individuais, principalmente para situações de problemas ou imprevistos – como roubo ou avaria de mercadorias.

Para evitar impasses e assegurar tranquilidade, todos os dados são validados no sistema do Blockchain. Assim, independentemente do que aconteça, as informações originais estarão gravadas no livro virtual.

Além de tornar tudo mais prático e seguro em uma operação logística, a ferramenta diminui a burocracia da operação, deixando os processos mais dinâmicos.

Quais os benefícios do Blockchain?

Agora que você já sabe o que é o Blockchain e como ele pode ser aplicado na logística, confira outros benefícios possibilitados pela implementação da ferramenta.

Agilidade nos processos

Com o Blockchain a burocracia diminui consideravelmente. Ao implementar a ferramenta, todos os participantes da operação não precisam utilizar diferentes canais de comunicação para verificar alguma informação importante, basta acessar um único sistema.

Isso é essencial para agilizar processos internos e externos, tendo em vista que todos os dados inseridos são seguros e válidos.

Redução de custos

Já sabemos que a ferramenta é como um livro de registros imutável. Com isso, não há como reescrever o já foi combinado e validado entre as partes, sendo necessário gerar novas informações a partir daquele ponto.

Essa alta segurança possibilita que muitas validações em bancos e cartórios sejam desnecessárias, agilizando não só os processos como também tornando menos custosos. É uma ótima maneira de conter os gastos sem diminuir a segurança dos acordos.

Maior transparência nas operações

Com todas as características do Blockchain citadas até o momento, fica fácil entender como a sua implantação traz maior transparência para as operações logísticas.

Os prazos, os valores e outras informações válidas são centralizadas em uma única ferramenta, permitindo que todos tenham acesso ao mesmo tempo. Isso é importante até mesmo para que o cliente se mantenha atualizado sobre quaisquer imprevistos durante as operações.

Quais os principais impactos para as empresas?

Em um cenário onde conceitos como a Logística 4.0 estão sendo aplicados, o uso do Blockchain não chega a ser uma surpresa.

Porém, o impacto da utilização da tecnologia vai além da questão da segurança de dados. Hoje, muitas empresas já aplicam a ferramenta com o intuito de otimizar seus processos e qualificar os serviços oferecidos aos clientes.

Com a contenção de custos sendo uma necessidade da logística atual, as novas tecnologias são capazes de atingir esse objetivo sem comprometer o nível de execução operacional.

Os benefícios que uma ferramenta como um Blockchain pode proporcionar são abrangentes. Para toda empresa que deseja garantir vantagem competitiva pelos próximos anos no mercado, a implementação dessas tecnologias é um passo que precisa ser considerado. Então, não fique para trás e garanta maior qualidade no dia a dia da sua logística.

Para entender ainda mais sobre a transformação digital no setor, que tal conferir o nosso artigo sobre a evolução da logística?

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *